Ordenar por:

Notícias

A projeção de crescimento da economia para 2019 e 2020 foi reduzida pelo mercado financeiro. Agora, a estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) caiu de 2,01% para 2% em 2019, sendo a quarta diminuição seguida. O próximo ano também teve a expectativa reduzida, saindo de 2,80% para 2,78. As projeções para 2021 e 2022 permanecem em 2,50%. Já a estimativa da inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), permanece em 3,89% para 2019. Para o próximo ano a previsão se mantém em 4%. Os próximos dois anos sustentam a mesma projeção: 3,75%. A meta de inflação deste ano, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. A estimativa para 2020 está no centro da meta: 4%.

25/03/2019 19h59

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) Direito Rio lança, nesta quarta-feira (13), o livro “Autorregulação – Regime Jurídico”, do professor da graduação da FGV Direito Rio e pesquisador do Centro de Pesquisa em Direito e Economia (CPDE), João Manoel de Lima Junior. A obra traz uma análise das consequências positivas e negativas da autorregulação dos mercados financeiro e de capitais, como as regulações podem afetar a concorrência e apresenta reflexões acerca dos entraves jurídicos e problemas no atual modelo autorregulatório. 

12/03/2019 17h36

A FGV Direito Rio lança no dia 13 de março, no Rio de Janeiro, o livro Autorregulação – Regime Jurídico, do professor e pesquisador da FGV Direito Rio, João Manoel de Lima Junior. O livro traz uma análise das consequências positivas e negativas da autorregulação dos mercados financeiro e de capitais, apresentando conceitos e fundamentos para compreender o regime jurídico da autorregulação no sistema financeiro nacional. Segundo o autor, a autorregulação pode, por um lado, servir como uma forma legítima de criação de regras pelas próprias instituições privadas atuantes no mercado. Por outro, ela pode ser utilizada como uma forma de exercício de poder econômico e político por instituições participantes do mercado financeiro. Também são analisados os dois lados da criação de regras, fiscalização e aplicação de penalidades por instituições privadas atuantes nos mercados financeiro e de capitais. O autor apresenta ideias para a compreensão do fenômeno social, econômico e jurídico da autorregulação dos mercados financeiro e de capitais, decorrente do crescente compartilhamento de funções entre o Estado e a sociedade.

08/03/2019 16h48

O Índice de Confiança da Indústria (ICI), apurado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), apresentou, na sondagem de fevereiro, um avanço de 0,9 ponto em comparação ao dado fechado de janeiro, atingindo 99,1 pontos. O resultado representa o maior patamar desde agosto de 2018. Simultaneamente, o Índice da Situação Atual (ISA) avançou 2,0 pontos em fevereiro, para 99,0 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) recuou 0,3 ponto ante janeiro, para 99,2 pontos. Segundo informações do Estado de Minas, o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da indústria indicou uma elevação de 0,4 ponto porcentual em relação ao patamar de janeiro, passando de 74,3% em janeiro para 74,7% em fevereiro. Se confirmado, será o primeiro avanço após quatro quedas consecutivas. A prévia dos resultados da Sondagem da Indústria abrange a consulta a 786 empresas entre os dias 4 e 18 de fevereiro. O resultado final será divulgado no próximo dia 26.

20/02/2019 17h19

Quatro em cada 10 segmentos da indústria de transformação encerraram o ano em crise, segundo levantamento do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) obtido pela coluna do Broadcast e repercutido pela Época Negócios. Mesmo com a prospecção positiva para 2018, a greve dos caminhoneiros teve um papel importante para estagnar setores e alterar, mesmo que temporariamente, os índices positivos. Segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Fernando Valente Pimentel, 2018 ia razoavelmente bem até maio, quando a greve dos caminhoneiros mudou o cenário, especialmente para o setor têxtil. "Esse quadro foi muito frustrante", definiu Pimentel.

12/02/2019 18h45

04/01/2019 10h00

O Indicador de Intenção de Investimentos da Indústria da Fundação Getúlio Vargas (FGV) cresceu 4,4 pontos no quarto trimestre de 2018 em comparação ao trimestre anterior. A alta acontece após o registro de recuo na disposição para investimentos. Diante da retomada do apetite do mercado, o índice chegou a 117,4 pontos, o maior nível desde o primeiro trimestre deste ano (123,7).

10/12/2018 11h43

 14/12 

10/12/2018 10h30

A assessoria do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou, em uma nota na segunda-feira (19), que o economista Roberto Castello Branco aceitou o convite para presidir a Petrobras durante o governo de Jair Bolsonaro. Ele entrará no lugar de Ivan Monteiro, que chegou a ser cotado para permanecer no comando da petroleira. Monteiro irá permanecer em seu cargo de comando da estatal até a nomeação dos cargos, após a posse de Bolsonaro, em 1º de janeiro.

19/11/2018 11h38

Responsável pelas propostas econômicas da campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) à presidência, Pérsio Arida aposta em uma estratégia que combina a revisão de incentivos fiscais e uma gradativa simplificação do sistema tributário brasileiro para o ajuste fiscal do país. Em uma sabatina promovida pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o economista condenou propostas populistas, descartou a retomada da CPMF e considerou possível zerar o déficit federal em apenas dois anos. Para cumprir a missão de tornar o Brasil “competitivo” em um ambiente internacional “menos favorável aos emergentes”, ele defende reformas que passam por mudanças constitucionais, criação de marcos regulatórios e a adoção de um programa “agressivo” de privatizações.

21/09/2018 18h18

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.