Todos os resultados - Lexis 360
Assine
  1. Resultado de Busca
  2. Notícias
Ordenar por:

Notícias

Seis empresas almejam abrir seu capital em abril deste ano na B3, a bolsa de valores de São Paulo. Até o fim de fevereiro, as companhias devem fazer os últimos ajustes para apresentar a documentação e solicitar o pedido de registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para realizar suas ofertas iniciais de ações (IPO, na sigla em inglês). As informações são da coluna do Broadcast, do Estadão. 

16/02/2018 14h36

Entre os maiores mercados de arbitragem do mundo, o Brasil equilibra expectativas de ainda mais crescimento com discussões de alta complexidade. Fomentador do amadurecimento da comunidade arbitral, o Comitê Brasileiro de Arbitragem (CBAr) tenta trazer para a pauta nacional questões que circulam pelo mercado internacional. Em 2018, Flávia Bittar Neves, presidente do CBAr, acredita que o uso excessivo de medidas protelatórias no curso dos procedimentos arbitrais e a necessidade de manutenção das características que garantiram o sucesso da arbitragem no Brasil estarão no centro dos debates.

16/02/2018 09h06

Nesta quarta-feira (7), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) editou a Instrução 596, que revogou alguns dispositivos da ICVM 480. A ICVM 480 dispõe sobre o registro de emissores de valores mobiliários admitidos à negociação em mercados regulamentados. 

07/02/2018 14h20

Na terça-feira (30), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) revogou a regra que trata da alienação de ações de propriedade do poder público. Em entrevista ao Lexis 360, o presidente da autarquia, Marcelo Barbosa, disse que a revogação da Instrução 286 é uma das primeiras medidas da autoridade reguladora para reduzir custos de observância, seguindo a orientação anunciada desde sua posse, em agosto de 2017. 

31/01/2018 17h14

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou nesta terça-feira (30) que decidiu revogar a ICVM 286, por meio da edição da ICVM 595, que ainda altera as Instruções 400 e 480. Com tais modificações legislativas, a autarquia teve por objetivo reduzir custos regulatórios para o mercado nas alienações de ações de propriedade da União, estados, municípios e demais entidades da administração pública. 

30/01/2018 17h49

A tecnologia avança mais rápido do que a regulamentação. Que o diga o mercado das moedas virtuais. Atualmente, existem mais de mil tipos de criptomoedas em circulação. Cada corretora, que opera com essas moedas, trabalha com 50 tipos diferentes, pelo menos. Por conta disso, as autoridades reguladoras estão correndo contra o tempo para tentar dar suporte e segurança jurídica aos investidores interessados em trabalhar com criptoativos.

29/01/2018 11h51

A Ri Happy pediu registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para realizar sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). A transação, que terá o BTG Pactual como coordenador líder ao lado de Credit Suisse, Itaú BBA, Bradesco BBI, Goldman Sachs e BB Banco de Investimentos, incluirá ofertas primária e secundária.

24/01/2018 14h28

Questionada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre uma suposta ação judicial contra a Petrobras, a Braskem esclareceu ao mercado que “apenas ingressou com protestos” contra a estatal. A manifestação acontece depois de o jornal O Globo noticiar que a petroquímica acionou a Petrobras na Justiça por ter alterado unilateralmente o contrato de fornecimento de propeno. Segundo a Braskem, os “protestos” visam interromper a prescrição para preservar direitos da companhia na discussão de temas contratuais. 

22/01/2018 12h11

Nesta sexta-feira (12), a Superintendência de Relações com Investidores Institucionais (SIN) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou um ofício sobre investimentos em criptomoedas com instruções para os diretores responsáveis pela gestão e administração de fundos de investimento. O documento visa esclarecer consultas sobre a possibilidade de investir em moedas virtuais pelos fundos regulados pela Instrução CVM 555, publicada em dezembro de 2014.

12/01/2018 14h20

Neste ano, o mercado de capitais brasileiro apresentou um exercício considerável. Houve um incremento expressivo tanto na quantidade de Ofertas Iniciais de Ações (IPOs, na sigla em inglês) quanto na de ofertas subsequentes, os chamados follow-ons, de companhias abertas. O volume acumulado das operações ultrapassou os R$ 40 bilhões, a maior quantidade desde 2009. A atividade dos fundos estrangeiros e a abundante liquidez do mercado mundial contribuíram para o aumento dessa cifra.

21/12/2017 14h35

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.