Assine
Ordenar por:

Notícias

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, indicou Joaquim Levy, ex-ministro da Fazenda de Dilma Rousseff, para comandar o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Levy aceitou o convite e deixou a diretoria financeira do Banco Mundial. A expectativa é que, com Levy, o banco encolha ainda mais. A indicação foi bem recebida pelo mercado financeiro, que vê no nome de Levy um sinal de compromisso do novo governo com o rigor fiscal – no governo petista, ele deu início a um ajuste fiscal, reduzindo subsídios concedidos nos créditos do BNDES.

13/11/2018 14h05

Na quarta-feira (7), o site Poder 360 informou que uma das ideias do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, é propor uma associação do Banco do Brasil com o maior banco americano, o Bank of America. O presidente do BB, Marcelo Labuto, disse na quinta-feira (8) que há um processo de avaliação constante para possíveis parcerias, mas que não existe nenhum estudo interno sobre venda de participação. “Existe um processo de governança para fazer movimentação dessa ordem”, afirmou, durante entrevista coletiva sobre os resultados do terceiro trimestre, de acordo com informações do Valor Econômico.

09/11/2018 14h17

A XP Investimentos conseguiu consolidar sua posição no varejo como pioneira do mercado na distribuição de produtos na plataforma aberta e agora pretende reforçar sua atuação no mercado de capitais. Hoje, essa área da empresa é dividida em sete departamentos: mercado de dívida, mercado de ações, securitização, finanças estruturadas, financiamento de projetos, multilaterais e fusões e aquisições (M&A). As informações são do jornal Valor Econômico.

06/11/2018 15h17

Após uma decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), a Câmara Superior do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) decidiu tirar de sua pauta o julgamento de uma autuação fiscal de R$ 26,6 bilhões para o Itaú Unibanco agendado para esta quarta-feira (7). O Carf informou nesta segunda-feira (5) em seu site, que o processo referente à fusão entre Itaú e Unibanco realizada em 2008, não será julgado. As informações são do jornal Valor Econômico.

06/11/2018 12h56

Com a incerteza acerca das eleições, muitas transações foram suspensas até o final do ano. Essa cautela contaminou também os negócios no setor de seguros. Alguns exemplos são a venda do balcão de seguros da Caixa Econômica Federal, das carteiras da SulAmérica e o baixo número de ofertas públicas de ações (IPO) realizados este ano. Com a eleição de Jair Bolsonaro (PSL) para presidente da República o mercado, que aguardava as definições do próximo governante do país, deve retomar o ritmo.

29/10/2018 20h12

A abertura de capital da brasileira Stone na bolsa norte-americana Nasdaq movimentou cerca de US$ 1,22 bilhão nesta quinta-feira (25). As ações da Stone abriram o dia a US$ 32, um terço acima dos US$ 24 precificados na quarta-feira (24). As ações encerraram o dia em alta de 30,6%, cotadas a US$ 31,35. As cifras elevam o valor de mercado da Stone para cerca de US$ 9 bilhões.

25/10/2018 19h25

Com a demanda por ações superada em mais de 20 vezes, a Stone, empresa brasileira de meios de pagamento, antecipou sua oferta pública de ações (IPO) na bolsa americana Nasdaq para esta quinta-feira (25). São mais de 500 investidores institucionais no livro da oferta inicial. A precificação foi realizada na véspera e extrapolou a faixa indicativa, previamente estipulada. O valor unitário das ações fechou em US$ 24, levando a avaliação da companhia a US$ 6,7 bilhões.

25/10/2018 12h38

A alta demanda pelas ações da Stone, empresa brasileira de meios de pagamento, para sua oferta pública inicial de ações (IPO) na bolsa Nadasq, nos Estados Unidos, levou a companhia a antecipar seu cronograma. De acordo com fontes ouvidas pelo Valor Econômico, a precificação, prevista para quinta-feira (25), será feita na quarta-feira, dia 24. Consequentemente, a listagem também é antecipada – de sexta-feira para quinta-feira.

23/10/2018 16h27

O Banco do Brasil negocia uma possível joint venture (JV) com bancos estrangeiros para a criação de uma corretora de investimentos. De acordo com fontes ouvidas pela coluna do Broadcast, do jornal O Estado de S. Paulo, a instituição vem analisando as possibilidades de reforçar a área de mercado de capitais e também de separar o banco de investimentos do restante da operação. Entre os parceiros cotados, estão o suíço UBS e os americanos Citibank e Goldman Sachs. As negociações com o UBS foram reveladas no domingo (21) pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

22/10/2018 12h35

O Banco do Brasil S.A e o Citibank S.A. entraram para a lista de assessores econômicos do Banco BMG na sua abertura de capital via oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). O BMG tinha até essa sexta-feira, 19 de outubro, para protocolar o pedido de IPO perante a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Caso o pedido não fosse entregue, a abertura de capital ficaria para 2019. Encaminhar a solicitação na sexta-feira garante que a oferta de ações aconteça em dezembro, antes do recesso de final de ano.

19/10/2018 15h14

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.