Assine

Fundo Apollo poderia salvar concessão de Viracopos

Autoridades teriam sido informadas sobre negociações para venda da participação da UTC na concessão

Por Redação

A concessionária que opera o aeroporto de Viracopos, em Campinas (São Paulo), estaria negociando a venda de fatia da construtora UTC Engenharia para o fundo americano Apollo. Segundo o jornal Valor Econômico, a proposta ainda não foi oficialmente apresentada, mas autoridades brasileiras já foram informadas sobre as tratativas.

Além de a UTC passar por um processo de recuperação judicial, os acionistas da concessão do aeroporto de Campinas decidiram devolver a operação ao governo, diante de dificuldades financeiras. O fundo Apollo estaria interessado na compra das parcelas detidas pela empreiteira Triunfo e pela Infraero.

Uma operação do tipo pode salvar a concessão de Viracopos e dar continuidade ao contrato, mediante um programa de revisão do cronograma de pagamento de outorgas.

A concessão de Viracopos é dividida em 49% para a Infraero e outros 51% de uma sociedade entre UTC (48,12% ), Triunfo (48,12%) e a francesa Egis Airport (3,76%).

Sem conseguir cumprir com compromissos financeiros e com a reputação manchada pelo envolvimento das controladoras com escândalos de corrupção, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) abriu um processo que pode levar ao cancelamento da concessão. A estimativa é que o concessionário tenha uma dívida de R$ 211,2 milhões e tenha outros R$ 199,4 milhões em outorgas para vencer ainda em março de 2018.

A crise envolvendo Viracopos tem fomentado debates sobre novas estruturas para contratos de concessão. Leia a entrevista com as sócias do TozziniFreire Advogados para saber mais sobre o que está no horizonte para o setor de infraestrutura.

Você está lendo 1 de 3 documentos liberados este mês

Cadastre-se gratuitamente

para ter acesso por 7 dias

ou

Por apenas

R$90,00

por mês no cartão de crédito

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.