Assine

Arcelor Mittal espera fechar venda de pacotes de ativos até o segundo trimestre de 2018

Depois de ver a compra da Votorantim Siderurgia ser aprovada com restrições pelo Cade, executivo afirma que tratativas para aplicar os remédios estruturais estão adiantadas

Siderúrgica terá de vender unidades de produção no Espírito Santo e em Minas Gerias
Siderúrgica terá de vender unidades de produção no Espírito Santo e em Minas Gerias
Divulgação/ArcelorMittal

A ArcelorMittal espera concluir até o segundo trimestre deste ano a venda de ativos impostas pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) como remédio para viabilizar a compra da Votorantim Siderurgia. A aquisição, anunciada há cerca de um ano, foi aprovada pela autoridade antitruste com restrições na última quarta-feira (7) (saiba mais aqui).

Segundo a agência de notícias Reuters, Jefferson de Paula, presidente da companhia para a América Latina, afirmou que a venda dos pacotes de ativos descrita no acordo com o Cade ainda não está totalmente negociada, mas está em fase “adiantada”.

Com a aquisição da Votorantim Siderurgia, a ArcelorMittal passa a ser a maior produtora de aços longos do país. De Paula afirmou à agência que a companhia está “satisfeita” com o negócio.

Você está lendo 1 de 3 documentos liberados este mês

Cadastre-se gratuitamente

para ter acesso por 7 dias

ou

Por apenas

R$130,00

por mês no cartão de crédito

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.