Projeções de mercado caem para 2019 e 2020

Índice de confiança da indústria, estimativas do PIB e IPCA sofrem diminuição

Por Isabella Miranda - redação@lexisnexis.com.br

A projeção de crescimento da economia para 2019 e 2020 foi reduzida pelo mercado financeiro. Agora, a estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) caiu de 2,01% para 2% em 2019, sendo a quarta diminuição seguida. O próximo ano também teve a expectativa reduzida, saindo de 2,80% para 2,78. As projeções para 2021 e 2022 permanecem em 2,50%. Já a estimativa da inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), permanece em 3,89% para 2019. Para o próximo ano a previsão se mantém em 4%. Os próximos dois anos sustentam a mesma projeção: 3,75%. A meta de inflação deste ano, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%. A estimativa para 2020 está no centro da meta: 4%.

Outro índice que apresentou queda foi a Sondagem da Indústria realizada pela Fundação Getulio Vargas (FGV), sinaliza queda de 1,9 ponto na prévia para o Índice de Confiança da Indústria (ICI) de março em relação ao número final de fevereiro. Segundo informações do Valor, a baixa teria sido determinada tanto pela piora na percepção dos empresários em relação à situação atual dos negócios como pelas expectativas futuras. 

Acesso restrito. Faça seu login ou cadastre-se agora.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes Lexis 360

Cadastre-se gratuitamente

para ter acesso por 7 dias

ou

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.