Aquisições - de 25 de fevereiro a 1 de março

Confira as principais operações da semana referentes a DaVita, Capgemini e outras

Por Gabriela Freire Valente e Isabella Miranda - redação@lexisnexis.com.br

01/03 
Nutrien conclui compra da Van Horn

A empresa canadense de fertilizantes Nutrien concluiu a aquisição da Van Horn, fornecedor norte-americano de serviços e produtos agrícolas, segundo informações da Istoé Dinheiro. O valor da transação não foi divulgado.

Subsidiária do TripAdvisor compra Restorando
O TheFork, aplicativo de reservas on-line de restaurante, pertencente ao TripAdvisor, anunciou ontem a aquisição do concorrente argentino Restorando. Ambas as plataformas têm operação no Brasil. De acordo com o Correio Braziliense, o valor e outros detalhes do negócio não foram revelados pelas empresas.

iClinic compra Practo
A startup iClinic, líder nacional em soluções em nuvem para clínicas e consultórios médicos, comprou a base de clientes da empresa indiana Practo no Brasil, que oferece um software de gestão e agendamento online. Segundo informações do Startupi, o valor da transação não foi divulgado. 

28/02 

Holanda compra 14% na Air France e surpreende governo de Macron
O Estado da Holanda comprou uma fatia de 14% do grupo Air France-KLM e acendeu um sinal de alerta na França, que possui uma participação de 14,3% na empresa. Segundo informações da Época Negócios, a operação custou ao país 744 milhões de euros e pegou Paris de surpresa. "O governo francês não foi informado sobre essa decisão", disse o presidente Emmanuel Macron, cobrando "esclarecimentos" da Holanda.

27/02 

DaVita compra Centro Integrado Nefrologia
A DaVita Brasil Participações e Serviços de Nefrologia Ltda., subsidiária da empresa de serviços médicos multinacionais DaVita Inc., adquiriu o Centro Integrado Nefrologia Ltda. (CINE), localizada na cidade de Guarulhos (SP), por um valor não revelado.

Capgemini conclui compra da Leidos Cyber
A Capgemini anunciou a conclusão da aquisição da Leidos Cyber, braço de cibersegurança comercial da empresa FORTUNE 500. A equipe de aproximadamente 500 profissionais de elite em segurança cibernética, localizados principalmente na América do Norte, se unirão ao Grupo Capgemini no atendimento à crescente demanda dos clientes por serviços e soluções de segurança cibernética. O valor da aquisição não foi revelado. 

Tarpon compra Petlove
A Tarpon Investimentos comprou uma participação na Petlove, site de vendas de produtos para animais de estimação, por meio de um fundo estruturado para essa operação. Segundo informações do Valor, os quatro sócios da Tarpon entram como cotistas no fundo criado, chamado Payara. O valor da transação não foi revelado.

Terex compra Demag por US$ 215 milhões
A Terex Corporation concordou em vender seu negócio de Guindastes Móveis Demag para a Tadano Ltd. por um valor de aproximadamente US$ 215 milhões. A empresa Demag Mobile Cranes fabrica e vende todos os guindastes todo terreno e grandes guindastes sobre esteiras. Incluídos na transação estão as instalações de fabricação em Zweibrucken, na Alemanha, e vários locais de vendas e serviços. Segundo informações da Portos&Navios, a venda está sujeita as aprovações regulamentares necessárias, deve ser concluída no meio de 2019.

Lineage compra Preferred
A Lineage Logistics vai adquirir a Preferred Freezer Services por uma quantia não revelada, segundo informações do portal Terra.

Atlas Governance recebe aporte de R$ 1,5 milhão
A Atlas Governance, startup de governance tech, recebeu um aporte no valor de R$ 1,5 milhão destinado à ampliação da equipe e à criação de novos produtos e estratégias de retenção de customer success. De acordo com o Money Times, o nome do investidor não foi informado. 

26/02 

Outbrain vai comprar Ligatus
A Outbrain entrou em acordo para adquirir a Ligatus, uma subsidiária integral da Gruner + Jahr (uma empresa do grupo Bertelsmann) em um acordo de ações. A Ligatus é uma provedora líder de soluções de publicidade nativa, mesmo ramo da Outbrain. O valor da transação não foi divulgado. 

BR Startups injeta R$ 1,5 milhão na fintech Olivia
A fintech Olivia concluiu sua primeira rodada de captação de recursos com a entrada do fundo BR Startups em seu capital social. Gerido pela MSW Capital e que tem como cotistas o Banco Votorantim e a Microsoft, o fundo vai colocar R$ 1,5 milhão no negócio, segundo o jornal Valor Econômico. O aporte acontece três semanas depois de a Olivia anunciar a venda de uma fatia para a XP Investimentos. 

Mapfre e Qualicorp celebram acordo para oferecer seguro saúde pré-pago
Mapfre e Qualicorp chegaram a um acordo para explorar o setor de saúde privada. Depois de a espanhola romper a parceria com o Banco do Brasil, a nova aliança se concentrará em um projeto piloto de seguro saúde é no modelo pré-pago batizado de Viva. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Rede D'Or investe em construção de hospitais
A Rede D'Or investirá R$ 8 bilhões em cinco anos na construção de dez hospitais, seundo o jornal Valor Econômico. O plano da companhia é elevar o número de leitos dos atuais 7 mil para 10,3 mil. Nos últimos quatro anos, o grupo cresceu por meio de aquisições, com o investimento de R$ 7 bilhões na compra de 15 hospitais. Novas aquisições poderão acontecer, mas não estão incluídas no orçamento de R$ 8 bilhões. 

Endividada, Atvos oferece próprio controle como pagamento
Sob o risco de ter seus bens penhorados pela Justiça, a Atvos, ex-Odebrecht Agroindustrial, ofereceu ao fundo norte-americano Lone Star o controle da companhia. A proposta envolveria a conversão da dívida da companhia em ações e injeção de recursos. O débito de R$ 12 bilhões da empresa está há meses em negociação e é considerado impagável. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o fundo negou a proposta e só estariam dispostos a repensar o assunto se obtiverem proposta para solucionar a pendência de R$ 1 bilhão em debêntures, dívida já executada na Justiça e que originou o pedido da penhora de caixa da Atvos e de parte de sua produção de cana-de-açúcar.

25/02

Roche compra especialista em terapia genética por US$ 4,3 bilhões
A Roche anunciou a aquisição da empresa especialista em terapia genética Spark Therapeutics por US$ 4,3 bilhões. A farmacêutica pagará  US$ 114,50 dólares por ação para Spark, mais de duas vezes o preço de fechamento da empresa norte-americana em 22 de fevereiro.

Flexport recebe aporte de US$ 1 bilhão
A startup norte-americana de frete Flexport recebeu um investimento de US$ 1 bilhão em uma rodada capitaneada pelo Vision Fund, do Softbank. Os fundos Founders Fund, DST Global, Cherubic Ventures, Susa Ventures e SF Express também participaram da rodada.

GE vende BioPharma
A General Electric (GE) fechou um acordo para vender a biofarmacêutica BioPharma para americana Danaher. A transação foi avaliada em US$ 21,4 bilhões.

Acesso restrito. Faça seu login .

Este conteúdo é exclusivo para assinantes Lexis 360

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.