Facebook deve levar multa por vazamento de dados

Ainda assim, empresa tenta negociar valor com órgão dos EUA

Por Isabella Miranda - redação@lexisnexis.com.br

O Facebook foi repreendido por um comitê parlamentar britânico, em um novo relatório que demanda a regulamentação e escrutínio de empresas de mídia social. Segunda informações da Folha de S. Paulo, o relatório almeja a implantação de um código de ética compulsório para as companhias de tecnologia – de forma que repreenda o conteúdo nocivo ou ilegal em seus sites - assim como pede a criação de uma reguladora independente que possa punir legalmente as empresas que violarem o código. Paralelamente, fontes à par do assunto disseram à Folha de S. Paulo que o Facebook iniciou negociações com a FTC (Comissão Federal do Comércio, na sigla em inglês) dos Estados Unidos para entrar em um acordo à respeito das violações de privacidade cometidas pela empresa, e que podem resultar em uma multa recorde para a companhia. A FTC estuda se o Facebook violou os termos de um acordo assinado em 2011, que estipulava para o conglomerado de tecnologia, que informasse claramente os usuários sobre as formas de compartilhamento de seus dados com terceiros. Um valor para o acordo ainda não foi acertado.

 

 

Acesso restrito. Faça seu login ou cadastre-se agora.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes Lexis 360

Cadastre-se gratuitamente

para ter acesso por 7 dias

ou

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.