AGU intensifica busca por acordos de leniência a fim de reaver R$ 12 bilhões

Segundo ministro, órgão tem a meta de fechar ao menos quatro acordos em 2019

A Advocacia-Geral da União (AGU) espera ampliar o ressarcimento pago à União em casos de acordo de leniência. Em meio a um processo de reestruturação do Departamento de Patrimônio Público e Probidade da Procuradoria-Geral, o plano da AGU é dobrar a recuperação de valores até hoje alcançada e chegar à marca de R$ 12 bilhões.
Em entrevista ao jornal Valor Econômico, André Luiz de Almeida Mendonça, ministro da AGU, afirmou que a meta do órgão é fechar no mínimo quatro acordos de leniência ainda em 2019. Para os próximos dois anos, o plano é recuperar valores próximos a R$ 25 bilhões. O trabalho deve ser feito em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU). "Nos seis acordos de leniência já assinados serão recuperados cerca de R$ 6 bilhões. Pelos ilícitos relatados imaginamos que há possibilidade de conseguirmos outros R$ 6 bilhões", disse. "Mas é uma estimativa, não tenho como dar certeza”.

Acesso restrito. Faça seu login ou cadastre-se agora.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes Lexis 360

Cadastre-se gratuitamente

para ter acesso por 7 dias

ou

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.