De olho no mercado - de 28 de janeiro a 1º de fevereiro

Coluna semanal mapeia os rumores sobre deals, no Brasil e no exterior

Por Marina Hernanz* - redação@lexisnexis.com.br
Cristian Storto/Shutterstock

30/01

Intel Corp oferece mais de US$ 5 bilhões para comprar Mellanox Tecnologies
De acordo com a agência de notícias Reuters, a fabricante de chips norte-americana, Intel Corp, ofereceu US$ 5,5 a US$ 6 bilhões em dinheiro e ações para comprar a Mellanox Technologies, de Israel.

29/01

Carrefour e Casino voltam a conversar sobre fusão
As conversas entre Carrefour e Casino para uma fusão entre as duas maiores varejistas da França ganharam um novo fôlego, segundo a revista Época. Nas últimas semanas, o Carrefour propôs um desenho que poderia resolver o maior entrave ao negócio:  a concentração no mercado brasileiro. O Carrefour ofereceu ao Cade que Abilio Diniz receba de volta o controle do Pão de Açúcar em troca de suas participações no Carrefour. O caminho ficaria livre para o Carrefour assumir o controle das operações do Casino no resto do mundo.

28/01

Engie e CDPQ tentam financiamento para compra da TAG
A Engie e o CDPQ estão conversando com pelo menos oito bancos internacionais para aprovação de um pacote de financiamento da compra da TAG, incluindo o BNP Paribas , o Mizuho e o Sumitomo Bank. Os bancos brasileiros Itaú Unibanco, Banco do Brasil e Bradesco também devem se comprometer com o financiamento, disseram fontes à redação do portal O Petróleo. 

Softbank irá liderar nova rodada de investimentos na Gympass
O japonês Softbank vai liderar uma nova rodada de investimentos na empresa brasileira Gympass, de acordo com duas fontes ouvidas pelo jornal Valor Econômico. A primeira tranche será de US$ 190 milhões e deve ser seguida de outras duas, feitas em conjunto com mais investidores, apurou o Valor. Assim, o valor final pode passar de US$ 500 milhões. A transação está avaliando a Gympass em US$ 1,1 bilhão, conforme uma das fontes, o que faz da companhia o novo “unicórnio” brasileiro. Unicórnio é como são chamadas as startups de capital fechado que superam US$ 1 bilhão em valor de mercado.

 

*Com supervisão de Gabriela Freire Valente

Acesso restrito. Faça seu login .

Este conteúdo é exclusivo para assinantes Lexis 360

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.