Inovação em pequenas empresas depende de abertura do sistema financeiro, diz especialista

Entrada de novos atores no mercado nacional pode facilitar oferta de crédito para negócios de menor porte

Investimentos em inovação de pequenas e médias empresas da indústria brasileira dependem de maior abertura do sistema financeiro, avaliam especialistas consultados pelo Diário do Comércio e Indústria (DCI). Segundo a publicação, restrição de oferta de crédito e mudanças nas diretrizes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) são alguns dos obstáculos do setor. 

“O que deve promover a liberação de crédito é a abertura comercial para outras bandeiras entrarem no Brasil”, afirmou o presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Guto Ferreira. Ele avalia que medidas começaram a ser tomadas, como a busca da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec) do Ministério da Economia por destravar e facilitar o acesso ao crédito a fim de deixar o empresário mais confortável para investir e a regulação de financiamento de startups pelo BNDES. “É considerado um empréstimo de alto risco, mas pode gerar uma economia bilionária, dependendo do acerto. O banco está se atualizando nessa área”.

Acesso restrito. Faça seu login ou cadastre-se agora.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes Lexis 360

Cadastre-se gratuitamente

para ter acesso por 7 dias

ou

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.