Petrobras avalia venda de sua fatia na Braskem

BR Distribuidora também pode ser alienada para aumentar foco no pré-sal

Por Isabella Miranda - redação@lexisnexis.com.br

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco afirmou, durante uma reunião com analistas do mercado financeiro, que a estatal vai retomar a proposta de vender sua fatia na Braskem. A ideia havia sido proposta na gestão de Pedro Parente mas não seguiu adiante pois foi decido, durante a passagem de Ivan Monteiro, que ela seria “reavaliada” devido à possibilidade de parceria com a gigante global LyondellBasell, que negocia a fatia da Odebrecht na companhia.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, que ouviu os analistas presentes no encontro, Castello Branco disse que a Petrobras "não é a melhor" em distribuição e analisa a possibilidade de venda da BR Distribuidora, para ele "todas as opções estão na mesa" quando se trata do futuro da subsidiária. O vice-presidente Hamilton Mourão foi quem levantou a possibilidade de venda em suas primeiras entrevistas após sua nomeação. Assim como o vice-presidente, o discurso de Castello Branco afirma que o foco da empresa vai ser a exploração e produção do pré-sal. Desde o início de seu processo de desinvestimentos, em 2015, a Petrobras já arrecadou aproximadamente de R$ 75 bilhões.

Acesso restrito. Faça seu login ou cadastre-se agora.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes Lexis 360

Cadastre-se gratuitamente

para ter acesso por 7 dias

ou

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.