De olho no mercado - de 21 a 24 de janeiro

Coluna semanal mapeia os rumores sobre deals, no Brasil e no exterior

Por Marina Hernanz* - redação@lexisnexis.com.br
Petrobras rejeita oferta por polos na Bacia de Campos
Petrobras rejeita oferta por polos na Bacia de Campos
Divulgação/Petrobras

24/01

Paladin reduziu participação na Viver
A Paladin Realty Partners vendeu ações da Viver Incorporadora na última semana de dezembro e na primeira semana de janeiro, sua participação passou de 8% para 5%. Segundo fonte ouvida pelo Valor Econômico, a redução está relacionada ao prazo definido para desinvestimento do fundo, e a gestora avalia que a Viver tomou "o caminho correto" ao optar por modelo de negócios de prestadora de serviços. Procurada pelo Valor, a Paladin não se manifestou.

 

23/01

Johnson & Johnson quer comprar empresa de robótica cirúrgica
A Johnson & Johnson quer adquirir a empresa de robótica cirúrgica Auris Health, informou a Bloomberg, citando pessoas com conhecimento do assunto.

Petrobras rejeita oferta da Ouro Preto para comprar polos na Bacia de Campos
A Petrobras rejeitou oferta recente de uma empresa apoiada pela EIG Global Energy Partners, a petroleira brasileira Ouro Preto, para comprar dois conjuntos de campos de petróleo em águas rasas, disseram duas fontes à Reuters. Em julho, a Ouro Preto conversava com a Petrobras para adquirir seus polos Pampo e Enchova, na Bacia de Campos, no litoral do Rio de Janeiro. À época, os ativos valiam cerca de US$ 1 bilhão.

Mubadala é um dos interessados pela TAG
O Mubadala, fundo soberano do governo de Abu Dhabi, é um dos interessados para comprar a Transportadora Associada de Gás (TAG), após a Petrobras retomar o processo de venda, na última quinta-feira (17). As informações são do jornal O Globo.

Acionistas da Avianca discutem injeção de capital pela Elliot Management, dizem fontes
A Avianca Brasil está buscando injeção de capital e contratou a consultoria Galeazzi & Associados para ajudá-la, afirmaram pessoas a par do assunto à Agência Reuters. Executivos da Galeazzi já estão visitando credores para discutir opções da empresa e acionistas da companhia, que anunciou recuperação judicial em dezembro passado, estariam discutindo uma potencial injeção de capital pela Elliott Management.

21/01

Localiza pode antecipar oferta primária de ações para aproveitar cotação máxima
Na última sexta-feira (18), a Localiza informou que o preço de suas ações a serem emitidas em oferta pública primária deve ser anunciado no próximo dia 31. De acordo com fontes ouvidas pela Valor Econômico, as ações da Localiza estão perto da cotação máxima, motivo que pode fazer com que a empresa antecipe os planos da oferta, para aproveitar a avaliação atual.

*Com supervisão de Gabriela Freire Valente

Acesso restrito. Faça seu login .

Este conteúdo é exclusivo para assinantes Lexis 360

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.