Clipping

Confira os destaques do noticiário nas principais publicações do país

07/12

Negócios

 

BNDES mantém leilão da Amazonas Energia para o dia 10

https://www.valor.com.br/empresas/6016265/bndes-mantem-leilao-da-amazonas-energia-para-o-dia-10

A Eletrobras anunciou nesta sexta-feira (7) que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) manteve o leilão da Amazonas Distribuidora de Energia para segunda-feira (10). De acordo com o comunicado, a decisão foi tomada após a comissão de licitação do banco de fomento analisar os documentos apresentados e avaliar que todos os requisitos do instrumento convocatório para a participação no leilão da Amazonas Distribuidora foram atendidos.

QGOG pede recuperação judicial

https://www.valor.com.br/empresas/6016021/qgog-pede-recuperacao-judicial

A Constellation, ex-Queiroz Galvão Óleo & Gás que operava sondas de perfuração de poços petrolíferos, pediu recuperação judicial na quinta-feira (6) para tentar solucionar uma dívida de US$ 1,7 bilhão (R$ 6,6 bilhões). A empresa foi criada como uma subsidiária do grupo Queiroz Galvão e tem uma frota de oito sondas de perfuração de poços marítimos. Atualmente, uma delas está contratada para a indiana ONG C e outra em final de contrato com a Petrobras. Segundo a empresa, a medida foi tomada para reestruturar o perfil de sua dívida.

Com dívidas de R$ 100 milhões só com aeroportos, Avianca pode perder aviões

https://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,com-dividas-de-r-100-milhoes-so-com-aeroportos-avianca-pode-perder-avioes,70002636293

A Avianca no Brasil está enfrentando dificuldades para pagar fornecedores, cumprir obrigações com concessionárias de aeroportos e corre o risco de devolver aviões. Segundo informações do Estadão, a dívida com todos os aeroportos brasileiros, públicos e privados, chega a quase R$ 100 milhões. Há débitos que ainda não foram protocolados na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Nesta semana, a Justiça de São Paulo decidiu que companhia aérea deve devolver 11 aviões, que equivale a 18% de sua frota, para a Constitution Aircraft, subsidiária da americana Aircastle, de aluguel de aeronaves. A Avianca poderá recorrer.

Leilão da Amazonas Energia recebe ao menos uma oferta

https://www.valor.com.br/empresas/6016011/leilao-da-amazonas-energia-recebe-ao-menos-uma-oferta

A Eletrobras recebeu pelo menos uma oferta para a Amazonas Energia, conforme apurou o Valor. Segundo uma fonte ouvida pelo jornal, a Oliveira Energia, apresentou uma proposta pela distribuidora amazonense.



Economia

 

Temer deixa para Bolsonaro R$ 336 bi em investimentos já engatilhados

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/12/temer-deixa-para-bolsonaro-r-336-bi-em-investimentos-ja-engatilhados.shtml

O governo Michel Temer deixará ao menos R$ 335,6 bilhões de investimentos já em curso para Jair Bolsonaro. Os investimentos são advindos de privatizações e concessões realizadas nos últimos anos. Outros R$ 195 bilhões em projetos estão em fase de preparação. O montante ainda é baixo diante do que o país precisa para reduzir seu déficit no setor de infraestrutura.

 

Mercado de capitais

 

Gafisa pede à SEC deslistagem da Bolsa de Nova York

https://www.valor.com.br/empresas/6016231/gafisa-pede-sec-deslistagem-da-bolsa-de-nova-york#

A Gafisa, construtora e incorporadora brasileira, arquivou o formulário “Form 25” diante da Securities and Exchange Commission (SEC, órgão regulador do mercado de capitais dos Estados Unidos). O objetivo é deslistar suas ações da Bolsa de Nova York (Nyse). A expectativa da companhia é de que a deslistagem ocorra em 17 de dezembro e que o último dia de negociação dos recibos de ações seja em 14 de dezembro, diz o comunicado.

 

Legislação

 

Nova lei de licitações tem pontos que facilitam corrupção, dizem entidades

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/12/nova-lei-de-licitacoes-tem-pontos-que-facilitam-corrupcao-dizem-entidades.shtml

O projeto que altera a lei de licitações ainda tem brechas que podem facilitar casos de corrupção, conforme entidades do setor da construção ouvidas pela coluna Mercado Aberto, de Maria Cristina Frias, publicada na Folha de S.Paulo. O substitutivo foi aprovado em comissão especial na Câmara dos Deputados na quarta-feira (5) e aguarda votação em plenário. Um dos aspectos que mais gerou questionamentos é o da modalidade de diálogo competitivo, no qual a administração se reúne com companhias quando diz não ter capacidade para definir qual a modelagem adequada. O relatório já passou pelo crivo de várias áreas, inclusive o Ministério Público e o Tribunal de Contas da União (TCU), segundo o relator João Arruda (MDB-PR).

 

06/12

Negócios

  

Justiça de SP impede venda de área comercial da Embraer para Boeing

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1O52CM-OBRBS

A Justiça Federal de São Paulo concedeu liminar para impedir que o conselho de administração da Embraer tome qualquer decisão que permita a separação da área comercial da companhia para formar uma joint venture com a Boeing. A decisão do juiz Victorio Giuzio Neto foi tomada mediante ação movida por quatro deputados federais petistas que defendiam a suspensão imediata das negociações entre Embraer e Boeing para criar a nova companhia. O magistrado argumenta em sua decisão que não se trata de uma operação comercial típica da Embraer, mas de uma potencial transação em que a União não preservará a golden share.

Santo Antônio está perto de acordo com BNDES

https://www.valor.com.br/empresas/6014641/santo-antonio-esta-perto-de-acordo-com-bndes

A negociação entre a Santo Antônio Energia e o BNDES para o refinanciamento da dívida de R$ 10 bilhões da usina hidrelétrica está avançada e deve sair ainda nesta semana. As garantias adicionais exigidas pelo banco de fomento e bancos repassadores do empréstimo foram resolvidas. O contrato de refinanciamento com o BNDES deve incluir ainda um aditivo prevendo a revisão das garantias em caso de mudança de acionista.

Takeda tem aprovação para compra da Shire

https://www.valor.com.br/empresas/6014651/takeda-tem-aprovacao-para-compra-da-shire

A Takeda Pharmaceutical recebeu aval de seus acionistas para financiar a compra da Shire, por 46 bilhões de libras (US$ 58,4 bilhões). A aquisição deverá ser concretizada em 8 de janeiro e trará para a Takeda a lucrativa carteira de remédios da Shire contra doenças raras, além de aumentar sua presença nos Estados Unidos, maior mercado farmacêutico do mundo.

BR Malls investe em remodelação de shoppings e retoma aquisições

https://www.valor.com.br/empresas/6014649/br-malls-investe-em-remodelacao-de-shoppings-e-retoma-aquisicoes

A BR Malls vai investir R$ 400 milhões em cinco anos para remodelar 10 de seus 40 empreendimentos e adaptá-los aos novos hábitos do consumidor. Focada em tornar mais rentável os ativos que já tem não significa o abandono da estratégia de aquisições. A companhia está negociando a compra de seis shoppings do Grupo Almeida Jr. em Santa Catarina.

Endividada, Avianca Brasil pode perder aviões na Justiça

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/12/endividada-avianca-brasil-pode-perder-avioes-na-justica.shtml

Segundo informações da coluna Mercado Aberto, de Maria Cristina Frias, publicada no jornal Folha de S.Paulo, ao menos duas empresas que arrendam aeronaves para a Avianca Brasil entraram na Justiça contra a companhia para pedir de volta aviões por falta de pagamento. Pessoas ligadas ao setor aeronáutico disseram à coluna que a companhia aérea cogita pedir recuperação judicial nos próximos dias.

Diário de um ano estável

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/12/endividada-avianca-brasil-pode-perder-avioes-na-justica.shtml

Segundo dados da Serasa Experian, o número de pedidos de recuperação judicial neste ano é quase igual ao do ano passado. Luiz Rabi, economista do birô, disse à coluna Mercado Aberto, de Maria Cristina Frias, publicada no jornal Folha de S.Paulo, que a estatística vai melhorar quando a economia crescer de forma significativa. “O PIB deverá variar 1,1% para cima neste ano, e o número de recuperações é condizente com esse desempenho”, explicou.

Para sair do quintal

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/12/endividada-avianca-brasil-pode-perder-avioes-na-justica.shtml

A construtora paranaense Montago planeja investir ao menos R$ 120 milhões em projetos de transmissão que serão licitados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no ano que vem. A empresa pretende priorizar as concessões para atuar nacionalmente, não mais apenas na região sul do país, disse Alexandre Magalhães, diretor-executivo da companhia. Os investimentos dependerão do sucesso nos pregões.

Axa deve enxugar operação no Brasil após união com XL

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/axa-deve-enxugar-operacao-no-brasil-apos-uniao-com-xl/

Após a aprovação final da Superintendência de Seguros Privados (Susep) para a compra de sua rival, americana XL, por US$ 15,3 bilhões, a francesa Axa deve reduzir a quantidade de companhias que tem no Brasil. Ainda não está definido, qual marca será mantida. 

Cade decide investigar estatal sobre conduta em refino

https://www.valor.com.br/empresas/6014661/cade-decide-investigar-estatal-sobre-conduta-em-refino

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) determinou a instauração de um inquérito administrativo contra a Petrobras para apurar suposto abuso de posição dominante no mercado nacional de refino de petróleo, explorado quase integralmente pela estatal. A decisão foi proferida na sessão de julgamento desta quarta-feira (5) e homologada pela maioria do tribunal.

Petrobras quer US$ 27 bi em venda de ativos

https://www.valor.com.br/empresas/6014657/petrobras-quer-us-27-bi-em-venda-de-ativos

O plano de desinvestimentos da Petrobras, de US$ 26,9 bilhões, deixou de ser uma ferramenta para a redução da dívida e passou a ser tratado dentro da gestão do portfólio da estatal em seu plano de negócios e gestão 2019-2023.

Petrobras retoma petroquímica

https://www.valor.com.br/empresas/6014667/petrobras-retoma-petroquimica  

O plano de negócios e gestão 2019-2023 divulgado nesta terça-feira (6) pela Petrobras marcou o retorno da companhia ao segmento de petroquímica, do qual a empresa havia decidido sair no plano 2017-2021. O carro-chefe dos investimentos da petroleira continua sendo a exploração e produção, mas os desembolsos previstos em petroquímica (US$ 300 milhões) e gás e energia (US$ 5 bilhões) indicam uma nova etapa em sua estratégia.

IMC pede mais tempo à Sapore

https://www.valor.com.br/empresas/6014639/imc-pede-mais-tempo-sapore

A International Meal Company (IMC) solicitou à Sapore o adiamento do leilão da oferta pública de aquisição (OPA) por até 40% da companhia, agendado para 19 de dezembro. O pedido ocorreu um dia depois de a IMC ter recomendado aos acionistas que não aceitassem a OPA da Sapore por falta de informação.

Oferta de ações da NotreDame Intermédica movimenta R$ 2,7 bi

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1O50WP-OBRBS

A operadora de planos de saúde NotreDame Intermédica fixou em R$ 26 o preço por ação nas ofertas primária e secundária de ações, o que movimentou um total de R$ 2,712 bilhões, disse a companhia por meio de fato relevante.

 

Economia

 

J.P. Morgan recomenda posição defensiva em 2019

https://www.valor.com.br/financas/6014391/jp-morgan-recomenda-posicao-defensiva-em-2019#

Segundo a J.P. Morgan Asset Management, os riscos no cenário macroeconômico e para os mercados financeiros devem se estender até o ano que vem. Alguns mercados emergentes, como o Brasil, podem apresentar cenários melhores. Gabriela Santos, estrategista de mercados na asset global do banco, acredita que a trajetória para o país parece ser de aceleração da economia e diminuição de riscos para o ano que vem.

Bolsonaro planeja fundir agências reguladoras para agilizar concessões

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,bolsonaro-planeja-fundir-agencias-reguladoras-para-agilizar-concessoes,70002634973

O governo de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro planeja fundir três agências que existem atualmente no setor de transportes. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Agência Nacional de Aviação (Anac) e a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) se tornariam a Agência Nacional de Transportes. A medida pretende acabar com o aparelhamento político das agências. Se a fusão das agências não seguir adiante, há um plano B para tirar os dirigentes que ainda têm mandatos a cumprir.

 

Mercado de capitais

 

CVM acusa dezenas de ex-sócios, gestores e conselheiros da Oi

https://www.valor.com.br/empresas/6014637/cvm-acusa-dezenas-de-ex-socios-gestores-e-conselheiros-da-oi

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) indiciou ex-acionistas, administradores e conselheiros da Oi, em duas novas levas de acusações abertas após a conclusão de inquéritos iniciados em 2016. Os casos se referem à reestruturação da companhia em 2013, que não se concretizou, e à oferta global de ações, no ano seguinte. À época, a empresa levantou R$ 14 bilhões junto a investidores.

Fusão Oi-Portugal Telecom vira alvo da CVM

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/12/fusao-oi-portugal-telecom-vira-alvo-da-cvm.shtml

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) acusa oito sócios e 28 executivos e conselheiros, atuais ou antigos, da Oi por supostas irregularidades nos processos de fusão com a Portugal Telecom, em 2013, e de aumento de capital da companhia no ano seguinte. As acusações são oriundas de duas investigações abertas pela autarquia em 2016. Além da Oi, o BNDESPar (braço de participações do BNDES), os fundos de pensão dos empregados do Banco do Brasil, da Petrobras e da Caixa, a Andrade Gutierrez e a Pharol são alguns dos acusados pela CVM.

 

05/12

Negócios

 

Renova Energia recebe proposta vinculante da AES Tietê por Complexo Eólico Alto Sertão III

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1O40YJ-OBRBS

A Renova Energia informou por meio de fato relevante que recebeu uma proposta vinculante da AES Tietê Energia para a aquisição da totalidade de sua participação no Complexo Eólico Alto Sertão III. O valor não foi revelado. A Renova Energia disse que ainda não analisou a proposta da AES Tietê e que estuda outras possibilidades para equacionar sua estrutura de capital.

BR Malls faz proposta indicativa por seis shopping centers do grupo Almeida Jr em Santa Catarina

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1O4155-OBRBS

Em comunicado divulgado na noite de terça-feira (4), a BR Malls Participações informou que fez uma proposta indicativa, não vinculante, para adquirir seis shopping centers do grupo Almeida Jr. em Santa Catarina. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pediu esclarecimentos após Lauro Jardim ter afirmado em sua coluna, no jornal O Globo do fim de semana, que a BR Malls estava negociando a compra dos shoppings em Santa Catarina.

Petrobras pode ser obrigada a vender fatia em refinarias

https://www.valor.com.br/empresas/6012983/petrobras-pode-ser-obrigada-vender-fatia-em-refinarias

O plenário do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) vai analisar na tarde desta quarta-feira (5) a abertura de um processo contra a Petrobras que pode fazer com que a companhia seja obrigada a vender ativos de forma compulsória na área de refino. O presidente do Cade, Alexandre Barreto, apresentará aos conselheiros da autarquia os resultados de um estudo elaborado pelo Departamento de Estudos Econômicos do Cade e pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP). O relatório conclui que a Petrobras se aproveita do monopólio que exerce na atividade de refino para influenciar a formação de preços dos combustíveis no mercado interno.

Cosan está otimista com o país e prevê crescimento em 2019

https://www.valor.com.br/empresas/6012971/cosan-esta-otimista-com-o-pais-e-preve-crescimento-em-2019

O presidente da holding Cosan Limited, Marcos Lutz, disse a analistas e investidores que a perspectiva do grupo Cosan é “muito positiva” para o próximo ano. A previsão é de crescimento dos negócios em todos os segmentos em que o grupo atua, energia e logística, em maior ou menor ritmo. Segundo o executivo, o caso mais claro de oportunidade de recompra de ações atualmente é o da própria holding, a exemplo da operação de US$ 100 milhões que já está em curso.

Para destravar megaleilão, Congresso quer benefício para Cemig e gasodutos

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,para-destravar-megaleilao-congresso-quer-beneficio-para-cemig-e-gasodutos,70002633536

A divisão pelos recursos que podem ser arrecadados com o megaleilão do pré-sal está sendo usada como moeda de troca para que os parlamentares incluam outros benefícios no projeto contrariando o que defendem a equipe econômica do atual governo e do presidente eleito Jair Bolsonaro. Dentre os projetos que estão em discussão estão a partilha dos valores que serão obtidos na transferência dos direitos de exploração do petróleo da camada pré-sal, conhecida como cessão onerosa. O assunto está dividindo senadores e tem sido adiado por falta de consenso. Outro assunto que tem gerado polêmica na Câmara é o do projeto que divide os recursos do Fundo Social do Pré-Sal com estados e municípios. A proposta foi usada como “barriga de aluguel” para perdoar uma dívida bilionária da estatal mineira de energia Cemig e financiar de forma barata empresas que constroem gasodutos e exploram serviços de gás no país.

Incorporadora investe R$ 1 bi em complexo comercial que anexou rua no Itaim

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/incorporadora-investe-r-1-bi-em-complexo-comercial-que-anexou-rua-no-itaim/

A incorporadora Faria Lima Prime Properties (FLPP), que pertence ao empresário Rafael Birmann, está investindo R$ 1 bilhão para erguer um complexo formado por prédio empresarial, teatro e praça pública no Itaim Bibi. Uma parte do valor foi gasto com a aquisição do terreno e a outra para títulos de potencial construtivo (Cepacs), além da própria obra.

 

Economia

 

CCJ da Câmara aprova projeto que muda relação entre BC e Tesouro Nacional

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1O414N-OBRBS

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira (4) o projeto de lei que altera a relação financeira entre o Banco Central e o Tesouro Nacional. O projeto determina que o lucro do BC na administração das reservas internacionais e nas operações internas com derivativos cambiais será destinado a uma “reserva de resultado” que formará o balanço do Banco Central. Segundo informações da Agência Câmara, o texto deve seguir para o Senado, se não houver recurso para análise pelo plenário da Câmara, já que tramita em caráter conclusivo.

 

Mercado de capitais

 

Oferta bilionária da Intermédica conta com demanda no mercado

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/oferta-bilionaria-da-intermedica-conta-com-demanda-no-mercado/

A oferta subsequente de ações (follow on) da NotreDame Intermédica já obteve demanda suficiente para que a operação seja concluída. A emissão dos papéis será precificada nesta quarta-feira (5). Os bancos coordenadores são Itaú BBA (líder), Morgan Stanley (agente estabilizador), Bradesco BBI, Citi, Credit Suisse e UBS Brasil.

Bolsa virtual Funderbeam deve buscar registro para operar no Brasil

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/bolsa-virtual-funderbeam-deve-buscar-registro-para-operar-no-brasil/

A Funderbeam, bolsa virtual da Estônia, está se preparando para pedir autorização à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O objetivo é se estabelecer como uma plataforma de blockchain, para abertura de capital e negociação de ações de startups. A bolsa já se associou à Capital Lab, braço de investimento em venture capital do investidor Paulo Mattos, sócio fundador da IG4 Capital e que já é acionista da Funderbeam.

CVM acusa Itaú e diretores do banco de operações irregulares na Bolsa

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/12/cvm-acusa-itau-e-diretores-do-banco-de-operacoes-irregulares-na-bolsa.shtml

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu um processo contra o banco Itaú, a operadora de cartão de crédito Itaucard e dois executivos do grupo por irregularidades em operações no mercado financeiro. O grupo é acusado criar condições artificiais em negociações de títulos cambiais. De acordo com dados disponíveis no site da autarquia, os processados teriam infringido regra que veda administradores de companhias abertas de criar condições artificiais, manipular preços, realizar operações fraudulentas ou em condições não equitativas.

Em caso do Cruzeiro do Sul, CVM diz que Bradesco errou

https://www.valor.com.br/financas/6014247/em-caso-do-cruzeiro-do-sul-cvm-diz-que-bradesco-errou

A partir de uma disputa entre a família Índio da Costa e o Bradesco, a área técnica da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) concluiu que o banco e suas empresas coligadas cometeram uma série de irregularidades nos papéis de administrador, custodiante e gestor do fundo de direitos creditórios ACB. Segundo a autarquia, o principal erro cometido pelo Bradesco em novembro de 2013 foi quando aplicou uma correção retroativa a cotas do fundo que já haviam sido resgatadas pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

 

Legislação

 

Paulo Guedes cogita desistir de mudar lei do pré-sal

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/12/paulo-guedes-cogita-desistir-de-mudar-lei-do-pre-sal.shtml

A equipe do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, cogita desistir do projeto de lei da cessão onerosa. A Petrobras conquistou o direito de operar sozinha nos campos do pré-sal em 2010 como forma de a União capitalizar a companhia. Mas, foi descoberto depois que o volume de óleo era maior e, com o aperto fiscal, o governo federal pretende realizar agora um megaleilão do excedente do insumo. Para viabilizar o desfecho desse entrave, Guedes havia proposto dividir os recursos do leilão com governadores. No entanto, a proposta encontrou entraves técnicos, e o Tribunal de Contas da União (TCU) informou à equipe de Guedes que o projeto de lei é desnecessário para a execução do leilão. A equipe de Guedes aguarda a publicação do acórdão do tribunal para realizar o megaleilão até julho de 2019.

Parte de projeto sobre leniência é alvo de críticas de advogados

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/12/parte-de-projeto-sobre-leniencia-e-alvo-de-criticas-de-advogados.shtml

O projeto de lei que define critérios para as penalidades impostas à prática de cartel tem dividido a opinião de advogados da área. A versão mais recente da proposta está na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. A previsão da equipe do relator Armando Monteiro (PTB-PE) é que o texto seja votado na próxima terça-feira (11).

Projeto de lei aumenta burocracia

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,projeto-de-lei-aumenta-burocracia,70002633512

A Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara dos Deputados aprovou na semana passada um projeto de lei (PL) que exige a presença física dos empresários e de seus sócios no cartório, diante de um tabelião, para abrir uma nova empresa. O avanço da proposta causou preocupação no meio empresarial, porque pode implantar uma burocracia a mais no processo e aumenta os custos e o trabalho do empresário. O PL 10.044/2018 obriga a presença física, em cartório, dos interessados em abrir uma empresa perante um tabelião. Atualmente, basta apresentar os documentos.

 

04/12

Negócios

 

Petrobras e Eletrobras fazem acordo sobre dívidas e disputas judiciais

https://www.valor.com.br/empresas/6011645/petrobras-e-eletrobras-fazem-acordo-sobre-dividas-e-disputas-judiciais#

A Eletrobras e a Petrobras firmaram aditivos nos contratos de confissão de dívida assinados entre ambas em 2014 e em abril deste ano. O acordo vai regularizar as garantias prestadas pela estatal elétrica ao fluxo futuro de pagamento das parcelas, além de solucionar disputas judiciais entre as companhias. Os aditivos são para tornar a privatização da distribuidora Amazonas Energia mais atrativa e regularizar a cessão do fornecimento de gás para a Amazonas Geração e Transmissão (Amazonas GT), facilitando a conclusão da desverticalização da companhia entre uma divisão de distribuição e outra de geração e transmissão.

Conselho da IMC recomenda que acionistas não aceitem oferta da Sapore

https://www.valor.com.br/empresas/6011697/conselho-da-imc-recomenda-que-acionistas-nao-aceitem-oferta-da-sapore

O conselho de administração da International Meal Company (IMC) recomendou aos acionistas que não aceitem a oferta pública para aquisição de ações (OPA) lançada pela Sapore, por meio de sua controladora, a Abanzai Participações. O colegiado avaliou que não há informações suficientes e necessárias sobre a fusão dos negócios e que o valor ofertado está abaixo da avaliação feita pelo assessor financeiro contratado pelo conselho, o Itaú BBA.

Após aporte de R$ 300 mi, gestora deve assumir controle da Máquina de Vendas

https://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,apos-aporte-de-r-300-mi-gestora-deve-assumir-controle-da-maquina-de-vendas,70002632135

A Máquina de Vendas deve homologar nas próximas semanas seu plano de recuperação extrajudicial com seus fornecedores, que têm débitos de R$ 1,5 bilhão com a varejista, segundo informações do Estadão. A varejista acumula dívidas de R$ 3 bilhões, metade delas com bancos, e não tem mais linha de crédito no mercado. O acerto será crucial para que a Starboard, especializada em reestruturação em empresas com problemas financeiros, realize um empréstimo de cerca de R$ 300 milhões à dona das redes Ricardo Eletro e Insinuante. Com o aporte da Starboard, a Máquina de Vendas ganhará mais fôlego.

Zurich Seguros tem cheque de R$ 2 bi com Via Varejo

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/zurich-seguros-tem-cheque-de-r-2-bi-com-via-varejo/  

A extensão do contrato entre a Via Varejo e a Zurich aumentará o valor negociado entre as duas companhias para R$ 2 bilhões, montante total que a empresa suíça investiu na parceria, iniciada em 2014. Em troca, a seguradora recebeu uma carta garantia da Via Varejo, aprovada pelo Grupo Pão de Açúcar (GPA), com o mesmo valor

Estatal criada para fazer trem-bala deve ser extinta em novo governo

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,estatal-criada-para-fazer-trem-bala-deve-ser-extinta-em-novo-governo,70002632064

A Empresa de Planejamento e Logística (EPL), estatal atualmente vinculada ao Ministério dos Transportes, deverá ser extinta no governo de Jair Bolsonaro (PSL). A empresa foi criada na gestão do PT para implementar o projeto do trem-bala. Segundo estudos realizados pela equipe de transição do novo governo a manutenção dessa estrutura não é justificada e consome R$ 70 milhões de recursos públicos por ano.

Brookfield defende extensão de concessão e regra para distratos

https://www.valor.com.br/empresas/6011337/brookfield-defende-extensao-de-concessao-e-regra-para-distratos

Durante o seminário "Reavaliação do Risco Brasil", promovido pelo Valor Econômico, Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), o presidente executivo da Brookfield Brasil, Luís Ildefonso Simões Lopes, defendeu a extensão de contratos de concessão e o aperfeiçoamento das regras de distrato na compra de imóveis residenciais para ajudar a criar empregos no início do novo governo. De acordo com o executivo, é possível alavancar imediatamente R$ 8 bilhões em investimentos com a prorrogação de concessões dentro do Programa de Investimentos em Logística (PIL).

Prosegur lança empresa com foco em armazenagem

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/prosegur-lanca-empresa-com-foco-em-armazenagem/

A Prosegur, empresa de segurança privada, lança nesta terça-feira (4), uma nova divisão do seu negócio. A Prosegur Log atuará no armazenamento e gestão de produtos e mercadorias de alto valor agregado nos segmentos de eletroeletrônico, telecomunicações, farmacèutico, moda e luxo. O investimento inicial foi de R$ 6 milhões. A previsão é de investir R$ 20 milhões nos próximos três anos.

Carrefour quer crescer em lojas de proximidade

https://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,carrefour-quer-crescer-em-lojas-de-proximidade,70002632140

Para 2019, o Carrefour vai colocar o modelo de lojas de proximidade em seu radar de investimentos. A companhia estima um potencial de 400 pontos em 13 estados, nos quais há mercado para abrir lojas menores nos próximos anos com as bandeiras Carrefour Market, Carrefour Express e Carrefour Bairro. O presidente do grupo no Brasil, Noël Prioux, reafirmou na segunda-feira (3) a previsão de investir no ano que vem R$ 2 bilhões. A empresa quer abrir 20 lojas de atacarejo no ano que vem, número igual ao deste ano.

 

Economia

 

Fim das eleições gera onda de reestruturação de empresas

https://economia.estadao.com.br/noticias/governanca,fim-das-eleicoes-gera-onda-de-reestruturacao-de-empresas,70002631663

A expectativa de assessores financeiros e advogados que trabalham na reestruturação de empresas é de que o movimento deve dure até meados de 2019, com menor ou maior intensidade, a depender do andamento da economia. Segundo os especialistas, o segundo semestre do ano que vem pode ter números maiores ou menores de pedidos de recuperação judicial, extrajudicial ou reestruturação de empresas de acordo com a agenda da previdência e tributária.

Número de recuperações judiciais cresce 2,2% até novembro, segundo birô

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/12/numero-de-recuperacoes-judiciais-crescem-22-ate-novembro-segundo-biro.shtml

O número de recuperações judiciais apresentou um leve aumento de 2,2% nos últimos 12 meses até novembro, em relação ao período anterior, segundo o Boa Vista SCPC. Pedidos de falência tiveram redução.

Brasil tem o maior potencial de ganho entre emergentes, diz Morgan Stanley

https://www.valor.com.br/financas/6011159/brasil-tem-o-maior-potencial-de-ganho-entre-emergentes-diz-morgan-stanley

Em entrevista ao Valor Econômico, o presidente do Morgan Stanley na América Latina e chairman global de mercados de capitais da instituição financeira, John Moore, disse que, entre os emergentes, não há outro mercado no qual o banco tem expectativas tão altas quanto o brasileiro. Na avaliação do executivo, o cenário político brasileiro é mais favorável do que em países vizinhos, como México e Argentina.

Empresários planejam investir mais em 2019

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/empresarios-planejam-investir-mais-em-2019/

Os empresários brasileiros pretendem investir mais no ano que vem, segundo levantamento realizado pela Boa Vista SCPC no terceiro trimestre deste ano. A pesquisa mostra que 38% dos executivos planejam investimentos superiores para 2019 em relação aos praticados neste ano.

 

Mercado de capitais

 

Smartfit avalia fazer IPO no começo do próximo ano

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/smartfit-avalia-fazer-ipo-no-comeco-do-proximo-ano/

A rede de academias Smartfit está se preparando para lançar sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em fevereiro de 2019. Se seguri com esse cronograma, a companhia terá que fazer seu registro na Comissão de Valores Mobiliários até 13 de dezembro.

 

03/12

Negócios

 

Portuguesa EDP espera que oferta de US$10 bi da Three Gorges seja concluída em 2019

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1O221W-OBRBS

A finalização da oferta de US$ 10 bilhões da China Three Gorges pela EDP-Energias de Portugal EDP.LS ficará para o ano que vem, por conta dos obstáculos regulatórios que ainda precisam ser superados, disse o presidente-executivo da empresa de energia portuguesa, Antonio Mexia.

Oi contrata consultoria para auxiliar na implementação do plano de investimentos

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1O20WH-OBRBS

A Oi contratou a empresa de consultoria Oliver Wyman para auxiliá-la a implementar o plano de investimentos, que prevê desembolsos de R$ 7 bilhões por três anos, disse a empresa em comunicado.

Credor contesta recuperação judicial da Saraiva

https://www.valor.com.br/empresas/6009593/credor-contesta-recuperacao-judicial-da-saraiva

A recuperação judicial da Livraria Saraiva está sendo contestada pela Sertic, que importa e vende artigos de papelaria e brinquedos de montar. A companhia tem R$ 1,3 milhão para receber da livraria. Na sexta-feira (30), a Sertic pediu à Justiça que o processo da Saraiva fosse suspenso. O pedido foi negado pelo desembargador Maurício Pessoa, da 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial, do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Marfrig reduz dívida quase à metade e faz oferta por 2 ativos da BRF

https://www.valor.com.br/agro/6009487/marfrig-reduz-divida-quase-metade-e-faz-oferta-por-2-ativos-da-brf

Após a conclusão da venda da subsidiária Keystone à Tyson Foods, por US$ 2,2 bilhões, a Marfrig reduziu sua dívida líquida de US$ 4,2 bilhões praticamente pela metade. A situação de caixa confortável e o baixo endividamento também abriram oportunidades. Segundo o jornal Valor Econômico, a Marfrig fez recentemente uma oferta pelos ativos de bovinos da BRF na Argentina e propôs assumir a produção de hambúrguer da BRF no país, que hoje é feita em Várzea Grande, no Mato Grosso, e passaria a ser terceirizada. Na prática, a Marfrig compraria os equipamentos da unidade.

Eletropaulo passa a se chamar Enel Distribuição São Paulo

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1O22GU-OBRBS

Seis meses após ser adquirida pela gigante italiana Enel, a Eletropaulo passou a se chamar Enel Distribuição São Paulo e vai incorporar a marca e a identidade visual da Enel, informou a distribuidora nesta segunda-feira (3) por meio de comunicado.

 

Economia



Empresas trocam financiamento do BNDES por recursos de investidores

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,empresas-trocam-financiamento-do-bndes-por-recursos-de-investidores,70002630821

Segundo levantamento realizado pelo Centro de Estudos de Mercado de Capitais (Cemec), desde 2013, a participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) caiu de 20% para 12,9% no total da dívida das empresas. O movimento se deu por conta da queda brusca dos desembolsos do banco.

Elisa Bastos Silva é nomeada para a diretoria da Aneel

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,elisa-bastos-silva-e-nomeada-para-a-diretoria-da-aneel,70002631049 

A nomeação da analista de sistemas Elisa Bastos Silva para o cargo de Diretora da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em substituição a Tiago de Barros Correia, foi anunciada hoje (3) no Diário Oficial da União (DOU). A nomeação de Elisa era aguardada desde setembro, quando foi indicada.

 

Mercado de capitais

 

Smartfit discute migração para Novo Mercado em 10 de dezembro

https://www.valor.com.br/empresas/6009855/smartfit-discute-migracao-para-novo-mercado-em-10-de-dezembro

A Smartfit convocou uma assembleia geral extraordinária para 10 de dezembro, em segunda convocação, para deliberar sobre a migração para o segmento de listagem Novo Mercado, da B3. Também estão na pauta a análise da realização de oferta pública de distribuição primária e secundária de ações ordinárias, o aumento do limite de capital autorizado da empresa, a conversão de todos os papéis preferenciais em ordinários, a reforma do estatuto social e a mudança do presidente do conselho de administração.

Especialistas veem janela para alta de ações no curto prazo

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,especialistas-veem-janela-para-alta-de-acoes-no-curto-prazo,70002630858

Especialistas consultados pelo jornal O Estado de S. Paulo acreditam que, entre o quarto trimestre deste ano e o primeiro do ano que vem, há espaço para mais altas na Bolsa, por conta do otimismo no mercado.

Cenário internacional acende sinal amarelo para investidores na Bolsa em 2019

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,cenario-internacional-acende-sinal-amarelo-para-investidores-na-bolsa-em-2019,70002630851

Apesar da aposta de especialistas de que haverá uma valorização do mercado acionário no país no ano que vem, um cenário externo mais hostil a ativos de risco pode frustrar essas previsões. O cenário de aumento das taxas de juros pelos bancos centrais nas principais economias do mundo deve continuar.

Ações do Banco BMG devem estrear na B3 no dia 19

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1O223K-OBRBS

A oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do Banco BMG pode movimentar cerca de R$ 2 bilhões, considerando a faixa de R$ 12,50 por ação, segundo dados do prospecto preliminar da oferta publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A faixa indicativa dos coordenadores da oferta está entre R$ 11 e R$ 14 por papel.

 

 

02/12

Negócios

 

BNDES vai vender a 'campeã nacional' JBS

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,bndes-vai-vender-a-campea-nacional-jbs,70002629776

Segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está se preparando para vender sua participação de 21,3% na JBS, avaliada no mercado em R$ 6,8 bilhões, segundo o fechamento da cotação da ação na sexta-feira (30) a R$ 11,77. Ainda não está definida como se dará a arquitetura da venda, que poderá ser feita em bloco para um único investidor ou negociada aos poucos na Bolsa.

Chefe do Deutsche Bank descarta especulação de que banco será comprado

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKBN1O10PJ-OBRBS

O presidente-executivo do Deutsche Bank, Christian Sewing, disse ao jornal semanal alemão Bild am Sonntag que o banco não corre risco de ser comprado ou de se fundir a outro. As declarações de Sewing vieram logo após a operação de dois dias como parte de uma investigação ligada ao vazamento de documentos da Panama Papers sobre finanças offshore.

Situação piora e OAS descumpre plano de recuperação judicial

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/situacao-piora-e-oas-descumpre-plano-de-recuperacao-judicial/

A OAS está com problemas para dar seguimento ao seu plano de recuperação judicial, aprovado no final de 2015. No início de novembro, a construtora deixou de pagar cerca de R$ 16 milhões em compromissos com fornecedores, referentes à quinta parcela do plano, e tem até a próxima semana para resolver a questão. A empresa também tem atrasado salários.

 

Economia

 

Bolsonaro deverá herdar mais de 50 concessões e privatizações de Temer

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/12/bolsonaro-devera-herdar-mais-de-50-concessoes-e-privatizacoes-de-temer.shtml  

O presidente eleito Jair Bolsonaro deverá herdar ao menos 57 projetos da atual gestão do Programa de Parceria de Investimentos (PPI). Existem outros 31 que estão estruturados, mas sem apresentar todas as etapas preparatórias concluídas. Somados, o governo atual espera que resultem em investimentos da ordem de R$ 133 bilhões.

Equipe de Bolsonaro estuda como desaparelhar agências reguladoras

https://www.valor.com.br/politica/6008943/equipe-de-bolsonaro-estuda-como-desaparelhar-agencias-reguladoras

Militares indicados para cargos-chave na equipe do presidente eleito, Jair Bolsonaro, planejam reduzir as competências dos órgãos reguladores, além de formas de destituir conselheiros hoje em exercício de seus mandatos, com o objetivo de acabar com ingerências políticas nessas instituições. Caso essas ideias avancem, as agências ficarão responsáveis apenas por fiscalizar a qualidade da prestação dos serviços, o cumprimento de contratos de concessão, a abertura de processos para apurar infrações e a aplicação de sanções administrativas. Além disso, poderão também prestar assessoria técnica aos ministérios, caso sejam acionadas.

 

Mercado de capitais

 

Campanha pelos capitais 

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/12/bolsonaro-devera-herdar-mais-de-50-concessoes-e-privatizacoes-de-temer.shtml

A Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) e a B3 estão tentando mudar algumas regras de diferentes órgãos de governo e fortalecer o mercado de capitais. As instituições pretendem mudar as normas que elas entendem como “travas”. Ambas almejam também regras para que empresas brasileiras listadas no exterior possam ter seus papéis negociados no país.

 

01/12

Negócios

 

Conta de R$ 200 milhões emperra reestruturação da Queiroz Galvão

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,conta-de-r-200-milhoes-emperra-reestruturacao-da-queiroz-galvao,70002628674

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, um débito de aproximadamente R$ 200 milhões está impossibilitando o fechamento do acordo de reestruturação da dívida de R$ 10 bilhões do grupo Queiroz Galvão. Os credores exigem que a empresa pague a primeira parcela da dívida no ato da assinatura do contrato, mas a holding só quer desembolsar o valor após todo o processo ser concluído.

  

30/11

Negócios

 

Eletrobras diz que leilão de distribuidora em Alagoas será em 19 de dezembro

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NZ29E-OBRBS

A Eletrobras divulgou um fato relevante comunicando a nova data do leilão da Ceal. O pregão foi marcado para 19 de dezembro, às 10h, na B3, em São Paulo. A entrega dos documentos será realizada em 17 de dezembro, entre 9h e 12h.    

Bolsonaro diz que é favorável à fusão da Embraer com Boeing

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,bolsonaro-diz-que-e-favoravel-a-fusao-da-embraer-com-boeing,70002628149 

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse que seu governo aprovará a fusão entre Embraer e Boeing e seguirá com o processo. Como o governo detém a "golden share", ação que garante poder de veto na venda da companhia, a gestão dará seguimento à combinação das duas empresas, disse Bolsonaro.

Acordo entre Embraer e Boeing é alvo de mais uma reclamação na CVM

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,acordo-entre-embraer-e-boeing-e-alvo-de-mais-uma-reclamacao-na-cvm,70002628598

A Associação Brasileira de Investidores (Abradin) protocolou outra reclamação contra a proposta de acordo do setor de aviação comercial da Embraer com a Boeing. Os termos são praticamente iguais aos apresentados anteriormente pelo consultor em governança corporativa Renato Chaves e pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Para o presidente da associação, Aurélio Valporto, a venda da divisão comercial é uma sentença de morte para o que restar da Embraer, porque as divisões militar e executiva não geram lucros.

Bradespar reage à ação movida pela Litel

https://www.valor.com.br/empresas/6007155/bradespar-reage-acao-movida-pela-litel

A Bradespar, holding que tem participação na Vale, disse que vai apresentar "reconvenção à demanda" na ação movida pela Litel, que reúne Previ, Petros, Funcef e Fundação Cesp, contra ela, cobrando o cumprimento de acordos empresariais firmados desde o início da década de 2000. A Litel entende que o direito que provocou o pagamento à Elétron foi concedido, de forma unilateral, pela Bradespar, e exige ser reembolsada.

Suzano prevê capturar 90% das sinergias com Fibria dentro de dois anos

https://www.valor.com.br/empresas/6007629/suzano-preve-capturar-90-das-sinergias-com-fibria-dentro-de-dois-anos 

Durante teleconferência com analistas e investidores, o presidente da Suzano Papel e Celulose, Walter Schalka, disse que aproximadamente 90% das sinergias da fusão entre Suzano e Fibria serão capturadas nos próximos dois anos. Questionado pelos analistas sobre a composição do conselho de administração da nova empresa que será formada, Schalka disse que o novo colegiado e comitês estão sendo constituídos e serão anunciados oficialmente em 14 de janeiro de 2019.

Inepar encerra recuperação judicial e prepara a venda de sua maior fábrica

https://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,inepar-encerra-recuperacao-judicial-e-prepara-a-venda-de-sua-maior-fabrica,70002627258

A Inepar está encerrando seu processo na Justiça, quatro anos após entrar em recuperação judicial. A dívida, que era de R$ 4 bilhões em 2014, foi reduzida para R$ 1 bilhão. A Starboard, que assumiu a gestão da empresa e foi a responsável pelo plano de reestruturação, vendeu diversos ativos.

BB Seguridade e Mapfre assinam contrato definitivo de R$ 2,27 bi amanhã

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/bb-seguridade-e-mapfre-assinam-contrato-definitivo-de-r-227-bi-amanha/

A BB Seguridade e a seguradora espanhola Mapfre vão assinar hoje (30) um contrato definitivo com as novas regras para a relação entre as sócias, que estabelece a mudança no braço SH2, formado pelas carteiras de seguro de automóvel e grandes riscos. Com essa articulação, as empresas concluirão a reestruturação iniciada em 2017.

Pedro Guimarães pretende transformar Caixa em SA

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/pedro-guimaraes-pretende-transformar-caixa-em-sa/

Sob o comando de Pedro Guimarães, a Caixa Econômica Federal pode se tornar uma sociedade anônima (SA). O objetivo é melhorar a governança da instituição bancária e aproximá-la das práticas de compliance das empresas com ações na Bolsa.

Com reestruturação, disputa entre Odebrecht e Gradin pode ganhar corpo

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/com-reestruturacao-disputa-entre-odebrecht-e-gradin-pode-ganhar-corpo/

A disputa judicial da família Odebrecht com a Gradin pode ser resolvida em uma câmara arbitral já no primeiro semestre do ano que vem. O valor envolvido é de, no mínimo, US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 6 bilhões), relativo a uma opção de compra dos 20,5% de participação dos Gradin na holding do grupo exercida pela construtora. O montante pode chegar a US$ 3 bilhões (em torno de R$ 12 bilhões).

Litel entra com ação contra Bradespar no caso Daniel Dantas

https://www.valor.com.br/empresas/6006761/litel-entra-com-acao-contra-bradespar-no-caso-daniel-dantas#

A Litel, holding que reúne fundos de pensão estatais na Vale, entrou nesta quinta-feira (29) com uma ação indenizatória contra a Bradespar na 10ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio (TJ-RJ). Para a Litel, a Bradespar concedeu, de forma unilateral, um direito à Elétron, veículo de participação do Opportunity na mineradora, o que fez com que a companhia pagasse à Elétron R$ 2,82 bilhões em 26 de setembro deste ano. O montante foi dividido meio a meio entre Litel e Bradespar, que são sócias na Vale.

Companhias adotam práticas mais simples de governança

https://www.valor.com.br/empresas/6006783/companhias-adotam-praticas-mais-simples-de-governanca#

As práticas de governança corporativa mais adotadas pelas companhias abertas são as mais simples de serem implementadas, apontou um estudo inédito da consultoria Ernest Young, realizado a partir da análise dos Informes de Governança Corporativa. A prática de governança mais adotada é a redação de forma clara das atas de reunião dos conselhos, com registro das decisões, presentes, votos divergentes e abstenções.

 

Economia

 

Eunício diz que não vota ‘brecha’ que põe político em estatal

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,eunicio-diz-que-nao-vota-brecha-que-poe-politico-em-estatal,70002627244

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse que não vai colocar para votação o projeto das agências reguladoras da forma como saiu da Câmara, porque a proposta abre brecha para a volta das indicações políticas em empresas estatais. Eunício disse que o Senado vai “corrigir” para retirar essa possibilidade tanto nas estatais quanto nas agências.

Bolsonaro indica almirante para chefiar o Ministério de Minas e Energia

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/bolsonaro-indica-almirante-para-chefiar-o-ministerio-de-minas-e-energia.shtml

Jair Bolsonaro indicou na manhã desta sexta-feira (30) pelas redes sociais o almirante Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior para comandar o Ministério de Minas e Energia. Como diretor-geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, Bento é responsável pelo comando de todas as unidades científicas e tecnológicas da Força, incluindo o Programa de Desenvolvimento de Submarinos e o Programa Nuclear da Marinha.

 

Legislação

 

Decreto facilita liquidação de estatais federais

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NZ2CY-OBRBS

O Ministério do Planejamento afirmou que um decreto presidencial vai viabilizar a liquidação de empresas controladas pela União. O decreto atribui aos ministérios do Planejamento, da Fazenda e ao supervisor incluir uma empresa no Programa Nacional de Sistematização (PND).

 

29/11

Negócios

 

Renault-Nissan-Mitsubishi afirmam "compromisso forte" com aliança

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NY19G-OBRBS

Renault, Nissan e Mitsubishi anunciaram seu comprometimento com a aliança que une as três montadoras, após a prisão do presidente do grupo, Carlos Ghosn, no Japão. A prisão do executivo trouxe de volta à tona tensões sobre o controle da Renault acerca da aliança criada há 19 anos.

Klabin vai interromper contrato de celulose acertado com Fibria

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NY1WE-OBRBS

A Klabin afirmou que vai interromper o contrato de fornecimento de celulose de fibra curta para a Fibria, firmado em 2015 e que previa o fornecimento de um mínimo de 900 mil toneladas de celulose por ano. Com isso, a companhia distribuirá o insumo produzido em sua fábrica no Paraná de maneira independente no mercado internacional. O acordo valia por seis anos.

Suzano obtém aprovação da UE para incorporar Fibria com interrupção de contrato com Klabin

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NY22Q-OBRBS

A União Europeia aprovou a criação da maior produtora de celulose de eucalipto do mundo, oriunda da incorporação da Fibria pela Suzano, segundo as empresas. A conclusão do processo deve ocorrer em 14 de janeiro. O contrato de fornecimento de celulose produzida pela Klabin para a Fibria será interrompido. A condição foi imposta pelo bloco de países para aprovar a operação.

Governo lança editais para leiloar aeroportos, portos e ferrovia no 1º trimestre de 2019

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,governo-lanca-editais-para-leiloar-aeroportos-portos-e-ferrovia-no-1-trimestre-de-2019,70002626448

O presidente Michel Temer lançou os editais para o leilão de 12 aeroportos em três regiões do país, da subconcessão da Ferrovia Norte-Sul e de 4 terminais portuários por meio do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Os leilões deverão acontecer no primeiro trimestre de 2019. A expectativa, segundo o Ministério dos Transportes, é de arrecadar mais de R$ 4,5 bilhões. Os investimentos giram em torno de R$ 6,4 bilhões.

STF revoga liminar que impedia venda da distribuidora da Eletrobras em Alagoas

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NY2KC-OBRBS

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), revogou a liminar concedida por ele em 27 de junho, que impedia a realização do leilão de privatização da Companhia Energética de Alagoas (Ceal). Em sua decisão, Lewandowski solicitou a realização de uma “perícia econômico-financeira que visa a esclarecer questões fáticas cuja compreensão é essencial para o julgamento da causa”.

Cemig mantém plano de venda da Light

https://www.valor.com.br/empresas/6004739/cemig-mantem-plano-de-venda-da-light#

Mesmo com o fracasso recente durante a negociação para a oferta subsequente na Light, a Cemig mantém seus planos de vender sua participação, integral ou total, na elétrica fluminense. Segundo o diretor de Finanças e Relações com Investidores, Maurício Fernandes Leonardo Júnior, a ideia é voltar a negociar com fundos interessados em ancorar a operação. Sem efetivar a oferta subsequente, a Cemig buscou outro plano para reduzir sua participação na elétrica para menos de 50% e evitar a estatização da companhia.

Odebrecht prepara reestruturação de dívida de R$ 40 bi

https://www.valor.com.br/empresas/6004737/odebrecht-prepara-reestruturacao-de-divida-de-r-40-bi

O grupo Odebrecht está se preparando para iniciar um amplo processo de reestruturação de suas dívidas. No fim de 2017, os débitos chegavam a R$ 90 bilhões. O grupo contratou a RK Partners, de Ricardo Knoepfelmacher, para auxiliá-la no processo. A discussão ficará restrita aos grandes bancos nacionais e aos detentores de bônus garantidos pela construtora, o que equivale a cerca de R$ 40 bilhões. O plano inicial é traçar negociações privadas, sem recorrer a uma recuperação judicial.

Justiça mantém decisão de venda de controle da Eldorado na arbitragem

https://www.valor.com.br/empresas/6004605/justica-mantem-decisao-de-venda-de-controle-da-eldorado-na-arbitragem#

A Justiça decidiu manter sob a tutela da arbitragem a decisão sobre o contrato de venda do controle da Eldorado Brasil para a Paper Excellence. Por unanimidade, os três desembargadores da Primeira Câmara de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) mantiveram o teor das duas decisões anteriores ao atribuir à câmara arbitral a resolução da disputa, impedindo que a J&F venda as ações da Eldorado até o fim desse processo. A J&F solicitava à Justiça ser liberada para vender as ações da companhia antes do término da arbitragem, que pode se estender por dois ou três anos. O pedido foi negado.

Com venda de 16 imóveis, ECT prevê arrecadar R$ 380 milhões

https://www.valor.com.br/empresas/6004729/com-venda-de-16-imoveis-ect-preve-arrecadar-r-380-milhoes

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) espera arrecadar R$ 380 milhões com a venda de 16 imóveis próprios que serão colocados em leilão a partir da primeira semana de dezembro. O principal imóvel na fase inicial é o edifício de 17 andares e 44 mil metros quadrados de área construída, em Pituba, Salvador (BA). O valor mínimo ainda não foi revelado. Outros dois imóveis, situados em Brasília, serão negociados em 4 de dezembro.

Equipe do PPI seleciona projetos de concessão do novo governo

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,equipe-do-ppi-seleciona-projetos-de-concessao-do-novo-governo,70002625650

A equipe responsável pela Secretaria do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) selecionou uma série de novos projetos no setor de infraestrutura --aeroportos, portos, rodovias e ferrovias-- que vão compor a lista de empreendimentos que serão concedidos à iniciativa privada no governo de Bolsonaro. A expectativa é que com a chegada de Tarcísio Gomes de Freitas, futuro ministro da Infraestrutura, as concessões de ferrovias, uma de suas prioridades, vão ganhar força.

Banco do Nordeste vai vender balcão de seguros

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/banco-do-nordeste-vai-vender-balcao-de-seguros/

O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) pretende vender seu balcão de seguradoras terceirizadas. Atualmente, o BNB concentra mais suas atividades na distribuição de produtos de terceiros, com foco em ramos do varejo como seguro de automóvel, de vida, entre outros.

Sob proteção judicial, Othon estuda vender ativos

https://www.valor.com.br/empresas/6004733/sob-protecao-judicial-othon-estuda-vender-ativos

A juíza Maria da Penha Nobre Mauro, da 5ª vara empresarial do Rio de Janeiro, aceitou ontem (28) o plano de recuperação judicial da Hotéis Othon. O endividamento da rede hoteleira no fim de setembro deste ano chegou a R$ 344,4 milhões, sendo R$ 3,5 milhões de empréstimos bancários, e o restante passivo de obrigações tributárias, em grande parte proveniente do Programa de Recuperação Fiscal (Refis), no montante de R$ 340,9 milhões. A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), do Rio de Janeiro, é o principal credor, com um montante de R$ 24,34 milhões. Constam entre as opções listadas no plano da companhia a venda dos empreendimentos em Salvador (BA) e em Belo Horizonte (MG), cujas atividades foram encerradas no dia 18.

 

Economia



Equipe de Guedes prepara proposta para destravar gastos do Orçamento

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,equipe-de-guedes-prepara-proposta-para-destravar-gastos-do-orcamento,70002625734

A equipe de Paulo Guedes está trabalhando em uma proposta para desindexar uma boa parcela das despesas públicas e dar mais agilidade dentro do Orçamento para realocar gastos conforme a necessidade do governo, segundo informações do Estadão/Broadcast. A equipe estuda apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para ampliar o alcance do mecanismo que permite desvincular as receitas da União, além de  mexer na estrutura orçamentária.


Brasil volta à lista de apostas globais do Credit Suisse

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-volta-a-lista-de-apostas-globais-do-credit-suisse,70002625704

Em relatório global sobre as perspectivas de investimentos para 2019, publicado nesta semana pelo Credit Suisse, o banco menciona o real como uma das moedas atraentes para se investir e aponta que o dólar não deve permanecer tão forte como neste ano. “Estamos mais otimistas com o Brasil do que estávamos pelo menos nos últimos cinco anos”, disse Sylvio Castro, chefe de investimentos do Credit no país. O levantamento afirma que os desequilíbrios externos do Brasil, do México e da Indonésia são “menos sérios”.

 

Mercado de capitais

 

‘Agenda nacional e cena externa têm viés positivo’, diz Finkelsztain

https://www.valor.com.br/financas/6004431/%3Fagenda-nacional-e-cena-externa-tem-vies-positivo%3F-diz-finkelsztain#

O presidente da B3, Gilson Finkelsztain, está otimista e enxerga uma melhora do cenário econômico e do mercado de capitais no ano que vem. Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o executivo afirmou que o grande ponto de interrogação, porém, é a capacidade de articulação política do futuro governo, porque precisa aprovar reformas. “Mas se passam as primeiras, a coisa vai melhorar bem, e é por isso que estou confiante”, disse.

 

28/11

Negócios

 

Com plano homologado, Brasil Pharma quer vender Farmais em até 60 dias

https://www.valor.com.br/empresas/6003807/com-plano-homologado-brasil-pharma-quer-vender-farmais-em-ate-60-dias

O juiz Marcelo Barbosa Sacramone, da 2ª vara de falências e recuperações judiciais de São Paulo, homologou na quarta-feira (27) o plano de recuperação judicial da Brasil Pharma. A companhia espera vender a rede de franquias Farmais, com 400 lojas, nos próximos 60 dias. Os recursos serão usados para quitar as dívidas com os credores.

Smiles cria comitê independente para avaliar reorganização societária

https://economia.estadao.com.br/noticias/governanca,smiles-cria-comite-independente-para-avaliar-reorganizacao-societaria,70002625151

A Smiles Fidelidade anunciou os nomes que integram o comitê especial independente que avaliará a reorganização societária que sua controladora Gol espera realizar. Os nomes serão apresentados em assembleia convocada para quinta-feira (29).

Petrobras cede fatia em campos para Perenco e 3R por US$ 823 milhões

https://www.valor.com.br/empresas/6003257/petrobras-cede-fatia-em-campos-para-perenco-e-3r-por-us-823-milhoes

A Petrobras anunciou a cessão de participação total da companhia em três campos de águas rasas da Bacia de Campos e de outros 34 campos de produção terrestre na Bacia Potiguar, para a Perenco e a 3R Petroleum, respectivamente, por US$ 823,1 milhões. Já o valor referente à cessão da participação total da estatal nos 34 campos de produção terrestres na Bacia Potiguar, no Rio Grande do Norte, para a 3R Petroleum, que foi aprovada na terça-feira (27) pelo conselho de administração da petroleira, é de US$ 453,1 milhões. Desse total, 7,5% ou US$ 34 milhões serão pagos na assinatura do contrato, prevista para 7 de dezembro. O restante será no fechamento da transação.

Peugeot compra participação em distribuidora de autopeças na China

https://www.valor.com.br/empresas/6003049/peugeot-compra-participacao-em-distribuidora-de-autopecas-na-china

A montadora francesa Peugeot adquiriu uma participação na UAP Auto, distribuidora de autopeças chinesa. A Peugeot pretende se estabelecer no mercado independente de autopeças chinês por meio de seus próprios distribuidores, joint ventures e outros acordos comerciais. O valor da transação não foi informado.

Eunício diz que ainda não há entendimento para votar cessão onerosa

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NX2OR-OBRBS

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse que ainda não há consenso para votar o projeto da cessão onerosa. Segundo Eunício, ainda há resistências por parte do governo atual e, por conta disso, decidiu transferir a votação para a próxima semana, para conseguir arquitetar uma solução.

Guedes diz que há dificuldades para acordo sobre cessão onerosa

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NX2MT-OBRBS 

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, disse estar “difícil” e “amarrado” tornar viável o acordo que permita a votação do projeto da cessão onerosa. Guedes ressaltou que a questão é uma ameaça ao teto de gastos.

EDF firma acordo com Braskem por 20 anos

https://www.valor.com.br/empresas/6002739/edf-firma-acordo-com-braskem-por-20-anos

A EDF Renewables do Brasil, subsidiária brasileira da divisão de investimentos do grupo francês EDF em energias renováveis, firmou um contrato com a Braskem para fornecer energia por 20 anos. O valor do acordo é de R$ 400 milhões e tornará viável a construção de um parque eólico de 33 megawatts (MW) de capacidade instalada da EDF no interior da Bahia. Esse tipo de contrato, o primeiro de compra e venda de energia no longo prazo firmado pela companhia no mercado livre brasileiro, deve ser uma tendência no país nos próximos anos, de acordo com o diretor presidente da EDF Renewables no Brasil, Paulo Abranches.

Empresa de óleo e gás da Queiroz Galvão prepara recuperação judicial

https://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,empresa-de-oleo-e-gas-da-queiroz-galvao-prepara-recuperacao-judicial,70002624270

A Constellation, empresa de óleo e gás do grupo Queiroz Galvão, está preparando um pedido de recuperação judicial para os próximos dias. A companhia esperava dar entrada no pedido na quinta-feira (29) em razão de um vencimento que ocorre no mesmo dia, mas o prazo poderá ser prorrogado para conseguir mais apoio dos investidores. A companhia tenta renegociar sua dívida, no valor de US$ 1,7 bilhão, desde o começo do ano, mas sem sucesso com os credores. As negociações acontecem em três blocos diferentes --do sindicato de bancos estrangeiros, do Bradesco e dos donos de títulos (bondholders) com vencimentos em 2019 e 2024.

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da Hotéis Othon

https://www.valor.com.br/empresas/6003695/justica-aceita-pedido-de-recuperacao-judicial-da-hoteis-othon

A juíza Maria da Penha Nobre Mauro, da 5ª vara empresarial do Rio de Janeiro, aceitou o plano de recuperação judicial da Hotéis Othon. O endividamento da rede hoteleira no fim de setembro deste ano chegou a R$ 344,4 milhões, sendo R$ 3,5 milhões de empréstimos bancários, e o restante passivo de obrigações tributárias, em grande parte proveniente do Programa de Recuperação Fiscal
(Refis), no montante de R$ 340,9 milhões. A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), do Rio de Janeiro, é o principal credor, com um montante de R$ 24,34 milhões. Constam entre as opções listadas no plano da companhia a venda dos empreendimentos em Salvador (BA) e em Belo Horizonte (MG), cujas atividades foram encerradas no dia 18.

Justiça homologa plano de recuperação judicial da Brasil Pharma

https://www.valor.com.br/empresas/6002843/justica-homologa-plano-de-recuperacao-judicial-da-brasil-pharma

O juízo da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Foro Central da Comarca de São Paulo homologou o plano de recuperação judicial da Brasil Pharma, que foi aprovado na Assembleia Geral de Credores realizada em 27 de setembro.

 

Economia 

 

Câmara libera indicações políticas em estatais e agências

https://www.valor.com.br/politica/6002759/camara-libera-indicacoes-politicas-em-estatais-e-agencias

Apoiada por toda a base do governo Temer e de um partido da oposição, a Câmara dos Deputados rejeitou ontem recurso contra a votação conclusiva, que seria realizada pela comissão especial, do projeto de lei que fortalece as agências reguladoras. A Câmara liberou novamente as indicações de políticos e de seus parentes nas agências e nas estatais, que estão proibidas de contratar dirigentes partidários desde 2016. O projeto aprovado pela Câmara foi votado pelo Senado em 2016 para ampliar essa restrição às indicações políticas para as agências reguladoras, que regulam e fiscalizam as atividades econômicas. Os deputados, no entanto, mudaram o projeto ainda antes da eleição para liberar as indicações políticas.

Governo publica decreto que instala Agência Nacional de Mineração

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,governo-publica-decreto-que-instala-agencia-nacional-de-mineracao,70002625115

O decreto do presidente Michel Temer, que instala a Agência Nacional de Mineração (ANM), foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (28). O texto também aprova a estrutura regimental e o quadro dos cargos em comissão da agência. O decreto passará a vigorar no dia 5 de dezembro, quando a ANM passará a exercer suas atividades e o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) será extinto.

Emergentes devem ter mais um ano de desafios, diz J.P. Morgan

https://www.valor.com.br/financas/6002531/emergentes-devem-ter-mais-um-ano-de-desafios-diz-jp-morgan#

O banco J.P. Morgan prevê que os mercados emergentes enfrentarão desafios no ano que vem, principalmente a partir do segundo semestre. O Brasil, no entanto, pode se destacar e atrair capital estrangeiro caso avance na agenda de reformas, principalmente a da Previdência. "O Brasil pode ter a melhor performance entre os mercados emergentes se fizer as coisas certas", disse Luis Oganes, chefe de pesquisa para commodities, câmbio e mercados emergentes do banco ao jornal Valor Econômico. O banco projeta uma desaceleração do crescimento do PIB emergente de 4,8% para 4,4%, de 2018 para 2019, engatilhado pelo enfraquecimento da economia chinesa, que deve crescer 6,1%. Com a exclusão da China, a desaceleração será menor, de 3,3% para 3,2%.

Megaleilão de petróleo é alvo de disputa entre Guedes, Guardia e o Congresso

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,megaleilao-de-petroleo-e-alvo-de-disputa-entre-guedes-guardia-e-o-congresso,70002624283

As negociações em torno do megaleilão de pré-sal agravaram a crise entre o Congresso, o governo Michel Temer e a equipe de transição de Jair Bolsonaro. No centro do embate sobre o megaleilão do pré-sal está o repasse para estados e municípios de 20% dos R$ 100 bilhões que devem ser arrecadados com o leilão. A divisão dos recursos é defendida pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira, e conta com o apoio do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes. No entanto, o Ministério da Fazenda é contrário à partilha dos recursos do leilão, porque considera que a cisão prejudica o Orçamento de 2019 e obrigaria o governo atual a cortar mais despesas para se adequar à regra do teto de gastos.

Cade deve firmar 80 acordos na Lava Jato

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,cade-deve-firmar-80-acordos-na-lava-jato,70002624250

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deve abrir dez novas investigações, que deverão resultar em dez processos, e assinar cerca de 80 acordos nos processos que apuram cartéis relacionados à Operação Lava Jato. Segundo informações do Estadão/Broadcast, a autarquia pode obter até R$ 3,6 bilhões com acordos sobre cartéis e outros de leniência que estão sendo negociados com as empresas.

Para presidente da CVM, não se pode culpar gestores indiscriminadamente em casos de corrupção

https://economia.estadao.com.br/noticias/governanca,para-presidente-da-cvm-nao-se-pode-culpar-gestores-indiscriminadamente-em-casos-de-corrupcao,70002623776

O presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Marcelo Barbosa, afirmou que é preciso ter um equilíbrio na avaliação de determinadas condutas, como a de conselheiros de empresas que atuaram contra os interesses das companhias. Segundo ele, os reguladores precisam considerar se as companhias têm controles para coibir as práticas ilícitas, antes de atribuir culpa de forma indiscriminada, se esses mecanismos foram utilizados de alguma forma, entre outros procedimentos. Barbosa disse que é necessário garantir transparência para os acionistas, penalizar os culpados e, principalmente, reduzir os incentivos para atos ilícitos e melhorar os controles.

Ratinho Jr. promete continuidade em estatais

https://www.valor.com.br/empresas/6002737/ratinho-jr-promete-continuidade-em-estatais

O governador eleito do Paraná, Carlos Roberto Massa Júnior, conhecido como Ratinho Júnior, garantiu que vai honrar os compromissos já estabelecidos com as estatais de energia e saneamento Copel e Sanepar. O político não vê privatizações no curto prazo, mas já estuda vender ativos por parte das companhias. Ratinho disse que as privatizações da duas empresas não estão em discussão no momento. A equipe de transição do governo paranaense está discutindo com a diretoria da Copel a venda de ativos não considerados centrais para a atividade da estatal.

Novo ministro quer privatizar toda a Infraero

https://www.valor.com.br/brasil/6002825/novo-ministro-quer-privatizar-toda-infraero

O futuro ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, pretende privatizar todos os aeroportos administrados pela Infraero. Freitas disse ao Valor Econômico que o governo vai prosseguir com a quinta rodada, onde há 12 aeroportos em três blocos. “E a ideia é continuar fazendo licitações por blocos até licitar a rede Infraero inteira", afirmou.

Futuro do Rota 2030 preocupa dirigentes

https://www.valor.com.br/empresas/6002735/futuro-do-rota-2030-preocupa-dirigentes#

O setor automotivo está receoso com relação ao futuro do Rota 2030. A equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro já questionou os benefícios do novo programa automotivo. Há pontos em aberto, que dependem de portarias, apesar de o decreto que regulamenta o programa ter sido assinado pelo presidente Michel Temer no início do mês.

Elie Horn, da Cyrela, crê na volta dos bons momentos do passado em 2019

https://www.valor.com.br/empresas/6002741/elie-horn-da-cyrela-cre-na-volta-dos-bons-momentos-do-passado-em-2019

Segundo o fundador da Cyrela e presidente do conselho de administração da companhia, Elie Horn, o mercado imobiliário começa a dar sinais de melhora. Horn acredita que um novo ciclo está começando para o setor, mas o executivo não espera um crescimento semelhante ao vivido pelas empresas de 2007 a 2011. Nesta nova fase, as incorporadoras não devem crescer de forma excessiva, sem consolidar essa expansão, na opinião de Horn.

 

27/11

Negócios

 

BNDES financiará somente fase inicial de projetos de concessão, diz ministro da Infraestrutura

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/bndes-financiara-somente-fase-inicial-de-projetos-de-concessao-diz-ministro-da-infraestrutura.shtml

Tarcísio Gomes de Freitas, o futuro ministro da Infraestrutura, pretende acelerar as concessões de rodovias, ferrovias, terminais portuários e aeroportos que receberão um financiamento inicial de bancos públicos. Em entrevista à Folha, Freitas disse que pretende estimular o mercado de debêntures para retirar da responsabilidade do BNDES o peso dos financiamentos depois de três ou cinco anos e  retomar obras paradas, mas não todas.

Programa de Parceria de Investimentos deve ficar com Santos Cruz na Secretaria de Governo

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,programa-de-parceria-de-investimentos-deve-ficar-com-santos-cruz-na-secretaria-de-governo,70002623704 

O presidente eleito Jair Bolsonaro decidiu que o Programa de Parceria de Investimentos (PPI), responsável pelas concessões e privatizações, deverá ficar vinculado à Secretaria de Governo, que será comandada pelo general Carlos Alberto dos Santos Cruz.

Executivo da Mitsubishi diz que aliança Nissan-Renault pode sobreviver

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/executivo-da-mitsubishi-motors-diz-que-alianca-nissan-renault-pode-sobreviver.shtml

Um executivo importante da Mitsubishi Motors afirmou que a aliança entre a Nissan Motor e a Renault pode ser sustentada em meio aos entraves no comando das companhias.

Leilão da raspadinha é adiado para fevereiro de 2019

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,leilao-da-raspadinha-e-adiado-para-fevereiro-de-2019,70002623489

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) mudou a data do leilão de concessão da Loteria Instantânea Exclusiva (Lotex), atualmente sob administração da Caixa, para 5 de fevereiro. É a terceira vez que o governo federal tenta conceder a exploração da raspadinha à iniciativa privada.

Jucá acredita que Senado pode votar cessão onerosa na 4ª feira

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NW2K8-OBRBS

O senador Romero Jucá (MDB-RR) acredita que o projeto de lei sobre a cessão onerosa poderá ser votado nesta quarta-feira (28). Jucá, que deve reassumir a liderança do governo no Senado hoje, afirmou que só falta “fechar o texto com a Fazenda atual e a Fazenda futura” para concretizar o acordo.

Senado aceita votar megaleilão do pré-sal se Planalto garantir 20% para Estados e municípios

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,senado-aceita-votar-megaleilao-do-pre-sal-se-planalto-garantir-20-para-estados-e-municipios,70002623869

Após reunião, senadores da base do governo e da oposição aceitaram votar o projeto que revisa a cessão onerosa da Petrobras entre terça (27) e quarta-feira (28), desde que o Palácio do Planalto envie um instrumento legal que garanta a partilha de 20% dos recursos obtidos para os estados e municípios.

Eunício tenta acordo, mas votação da cessão onerosa fica para quarta

https://www.valor.com.br/politica/6001375/eunicio-tenta-acordo-mas-votacao-da-cessao-onerosa-fica-para-quarta

Segundo fonte consultada pelo Valor Econômico, a proposta sobre a cessão onerosa do pré-sal e a divisão dos recursos com os estados e os municípios, que está na pauta desta terça-feira (27), será colocada em votação por Eunício no plenário do Senado na quarta-feira (28).

Bolsonaro tenta nova saída para cessão onerosa

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,bolsonaro-tenta-nova-saida-para-cessao-onerosa,70002623001  

Paulo Guedes e sua equipe irão ao Tribunal de Contas da União (TCU) nesta terça-feira (27) para discutir a possibilidade de assinar o acordo de revisão da cessão onerosa do pré-sal sem precisar da aprovação do projeto de lei que tramita no Senado. Segundo informações do Estadão, houve uma reunião no TCU com representantes de Guedes que serviu para arquitetar a estratégia que pode ser adotada nos próximos dias. A avaliação é de que o projeto de lei não é fundamental para a assinatura do acordo. O essencial é aprovar o leilão da cessão onerosa ainda neste ano, na última reunião do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), agendada para 17 de dezembro.

Odebrecht está próxima de assinar acordo de leniência na Argentina

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NW2L6-OBRBS 

Nesta terça-feira (27), a responsável pela área de compliance da Odebrecht, Olga Pontes, disse a jornalistas, sem dar detalhes, que a companhia está negociando com a Argentina e está próxima de fechar um acordo de leniência no país. “Um acordo está próximo, mas nada ainda foi finalizado”, afirmou Olga. A executiva disse ainda que a empresa concluiu acordos de leniência em outros países, mas eles não ainda não foram anunciados porque estão sob sigilo.

Tecnisa fecha acordo com H.I.G. e planeja lançamento em 2019

https://www.valor.com.br/empresas/6000861/tecnisa-fecha-acordo-com-hig-e-planeja-lancamento-em-2019# 

A Tecnisa anunciou que formará uma joint venture com o fundo H.I.G. Capital. Na parceria, a Tecnisa terá uma participação minoritária de 20%, enquanto o fundo deterá uma fatia de 80%. A Tecnisa receberá ainda taxas de administração das obras e de gestão da incorporação. Serão desenvolvidos empreendimentos econômicos em dois terrenos, um na zona sul de São Paulo e outro na Oeste.

Sapore vai esclarecer proposta por IMC

https://www.valor.com.br/empresas/6000839/sapore-vai-esclarecer-proposta-por-imc

O empresário Daniel Mendez, fundador da Sapore, vai se reunir nesta terça-feira (27) com os principais acionistas da IMC para esclarecer dúvidas sobre a proposta apresentada para a fusão entre as empresas e tentar convencê-los a aderir à oferta. Segundo o Valor, a Sapore tende a votar na reunião sobre a relação de troca. A companhia pretende convencer os investidores de que vai votar pelo que pode gerar melhor valor para a IMC.

Hotéis Othon pede recuperação judicial

https://www.valor.com.br/empresas/6001259/hoteis-othon-pede-recuperacao-judicial#

O Hotéis Othon vai ajuizar nesta terça-feira (27) um pedido de recuperação judicial, de acordo com fato relevante divulgado pela empresa. A medida foi tomada, conforme a companhia, para a manutenção das operações durante a crise do setor hoteleiro. A companhia pretende seguir em seu processo de reestruturação, preservar o valor e proteger seu caixa.

Petrobras avalia plano 2019-2023

https://www.valor.com.br/empresas/6000845/petrobras-avalia-plano-2019-2023#

O conselho de administração da Petrobras vai analisar o Plano de Negócios e Gestão (PNG) da companhia para o período de 2019 a 2023. A versão atual do plano (2018-2022) prevê investimentos de US$ 74,5 bilhões. Nesta reunião, o colegiado pode aprovar o plano ou solicitar modificações no documento. 

Peru está perto de fechar acordo com Odebrecht em inquérito de corrupção, diz procurador

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NW0YN-OBRBS

A Odebrecht fechará em breve um acordo com procuradores peruanos que investigam propinas pagas pela empreiteira brasileira por contratos de obras públicas no Peru, disse um procurador à Reuters. A empresa brasileira admitiu ter gasto cerca de US$ 30 milhões em subornos para obter contratos no Peru e concordou em fornecer detalhes dos pagamentos aos procuradores, o que acarretará um acordo formal de admissão de culpa e diminuirá a exposição da empresa a riscos legais.

 

Economia

 

China é 9º maior investidor em empresas brasileiras, segundo BC

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,china-e-9-maior-investidor-em-empresas-brasileiras-segundo-bc,70002623737

Segundo dados do Relatório de Investimento Direto do Banco Central, a China é o nono país que mais investe em empresas brasileiras. No topo do ranking aparecem os EUA, com quase seis vezes o montante investido pela China. O documento aponta que no fim de 2017 a China era responsável por US$ 20,97 bilhões em investimento no capital feito no Brasil.

Comissão do Senado aprova indicações para Aneel, Anatel e ANM

https://www.valor.com.br/politica/6001787/comissao-do-senado-aprova-indicacoes-para-aneel-anatel-e-anm

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado aprovou as indicações do governo para assumir cargos em diretorias de três agências reguladoras do segmento de infraestrutura. Os nomes foram encaminhados para o plenário com pedido de urgência para serem votados. O presidente Michel Temer enviou ao Senado nomes para comandar a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e a Agência Nacional de Mineração (ANM). Antes de serem aprovados na comissão, os postulantes aos cargos de diretores passaram por sabatina no colegiado. Para a Aneel, a analista de sistemas Elisa Bastos Silva pleiteia a vaga do ex-diretor da agência Tiago Barros Correia. Seu nome foi aprovado na comissão por 13 votos a 1. Para a Anatel, o engenheiro agrônomo Moisés Queiroz Moreira, atual secretário de radiodifusão do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações (MCTIC), foi aprovado com 14 votos a favor e nenhum contra. O governo indicou também a geóloga Debora Toci Puccini para a ANM.

Lucro cresce 16% e analistas preveem mais investimento

https://www.valor.com.br/empresas/6000867/lucro-cresce-16-e-analistas-preveem-mais-investimento#

Passadas as turbulências do terceiro trimestre pré-eleitorais, analistas esperam que ocorra um aumento do nível de investimentos, já que as empresas fizeram os ajustes internos necessários e terão espaço para crescer.

Guedes promete mais diálogo com a indústria

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,guedes-promete-mais-dialogo-com-a-industria,70002622970   

Em encontro com representantes de sete associações do setor industrial, Paulo Guedes afirmou que manterá um canal de diálogo direto com o segmento. Com isso, o futuro ministro da Economia procurou minimizar as preocupações dos representantes, que temiam ficar negligenciados com o fim do atual Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic). Participaram da reunião com Guedes, sete entidades que representam as indústrias siderúrgica, têxtil, química, automobilística, de máquinas e equipamentos, de brinquedos e da Associação de Comércio Exterior e da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Infraestrutura precisa de menos intervenção estatal, afirma economista

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/infraestrutura-precisa-de-menos-intervencao-estatal-afirma-economista.shtml   

Em entrevista à Folha, o economista e autor do livro “Capitalismo de Laços”, Sérgio Lazzarini reforça que o importante é ter uma boa articulação com bancadas ou partidos. De acordo com a obra, no Brasil, o financiamento público costuma favorecer empresários em troca de apoio político. Para o professor do Insper, a distorção entre financiamento público que favorece empresários em troca de apoio político pode ser contornada com menos intervencionismo.

 

Mercado de capitais

 

BMG segue com IPO e busca R$ 2 bilhões

https://www.valor.com.br/financas/6002479/bmg-segue-com-ipo-e-busca-r-2-bilhoes

O banco mineiro BMG protocolou na noite desta terça-feira (27) o prospecto definitivo de sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A oferta, primária e secundária de ações preferenciais, deve movimentar cerca de R$ 2 bilhões. A listagem na B3 deverá ocorrer no início de dezembro.

Light desiste de captar recursos por meio de oferta de ações

https://www.valor.com.br/empresas/6001627/light-desiste-de-captar-recursos-por-meio-de-oferta-de-acoes#

Em comunicado divulgado ao mercado, a Light informou que não está mais avaliando a possibilidade de captar recursos por meio de uma oferta pública de ações, que seria ancorada por fundos de investimentos liderados pelo GP Investments. Os acionistas controladores da Light --Cemig, Rio Minas Energia e fundo Luce-- avaliaram que os termos e condições propostos não atendem aos interesses da empresa e de seus acionistas.

CVM tem número recorde de julgamentos no ano

https://www.valor.com.br/empresas/6001871/cvm-tem-numero-recorde-de-julgamentos-no-ano#

O número de processos sancionadores julgados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) até setembro de 2018 já superou o de anos anteriores. No período, foram analisados 69 casos, contra 51 registrado em 2017. Até o final do ano, estão previstos mais julgamentos, incluindo casos considerados relevantes, envolvendo Petrobras e XP. A autarquia também deu início, até setembro deste ano, a 67 procedimentos administrativos investigativos ou sancionadores, incluindo cinco inquéritos.

Oferta de ações da CPFL Renováveis atinge R$ 4,1 bilhões

https://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,oferta-de-acoes-da-cpfl-renovaveis-atinge-r-4-1-bilhoes,70002622962

O leilão referente à oferta pública para aquisição de ações (OPA) da CPFL Renováveis levantou R$ 4,1 bilhões. A chinesa State Grid adquiriu mais de 243 milhões de ações da companhia por R$ 16,85. A oferta encerra uma saga e posiciona os chineses da State Grid no controle de quase 99% da empresa. Cerca de 290 mil ações não foram vendidas.

Controladora da Springer fará oferta para fechar capital

https://www.valor.com.br/empresas/6001171/controladora-da-springer-fara-oferta-para-fechar-capital#

Em comunicado divulgado nesta terça-feira (27), a fabricante de condicionadores de ar Springer afirmou que recebeu de sua acionista controladora, a Afam Empreendimentos e Negócios Comerciais, informações sobre seu interesse em fechar o capital da companhia. O valor que será pago pelas ações ao mercado, se houver uma possível oferta pública de aquisição de ações (OPA), será apresentado mediante laudo de avaliação, disse a Springer.

Múltiplos de Intermédica e Hapvida se aproximam

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/multiplos-de-intermedica-e-hapvida-se-aproximam/

A Notredame Intermédica diminuiu a distância entre os múltiplos com sua concorrente Hapvida, após anunciar sua oferta subsequente (follow on). O indicador está atualmente em 24 vezes o lucro esperado para 2019, enquanto o da Hapvida está em 23 vezes. À época da abertura de capital das operadoras de saúde, em abril, os múltiplos da Intermédica estavam em cerca de 17 vezes o lucro estimado para a companhia em 2018, enquanto que os da Hapvida chegaram a 20.

 

Legislação

 

Petrobras perde dois processos bilionários no Carf

https://www.valor.com.br/legislacao/6001631/petrobras-perde-dois-processos-bilionarios-no-carf#

A Petrobras perdeu dois processos bilionários nesta terça-feira (27) no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) relativos à cobrança de tributos na contratação de serviços para a exploração marítima de petróleo. A companhia pretende recorrer das decisões no conselho.

 

26/11

Negócios

 

Queiroz Galvão Energia pede recuperação extrajudicial

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/queiroz-galvao-energia-pede-recuperacao-extrajudicial/

A Queiroz Galvão Energia, do grupo Queiroz Galvão, entrou com um pedido de recuperação extrajudicial na Justiça de São Paulo. As dívidas da companhia chegam a mais de R$ 3,8 bilhões.

Guardia diz que não há acordo sobre projeto de cessão onerosa no Senado

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NV2BN-OBRBS

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, negou que a pasta tenha discutido a edição de uma medida provisória para dividir recursos da cessão onerosa. O político ainda afirmou que não há acordo sobre o projeto no Senado, cuja votação está prevista para esta terça-feira (27).

Odebrecht deixa de pagar juros e inicia renegociação de dívida de US$ 3 bi

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,odebrecht-deixa-de-pagar-juro-e-inicia-negociacao-de-r-3-bi-em-bonus-com-credores,70002622238

A construtora Odebrecht Engenharia e Construção anunciou a seus credores, que detêm US$ 581 milhões de bônus com vencimento em 2025, que não realizará o pagamento de juros no valor de US$ 11,5 milhões que venceram em 25 de outubro. A companhia avança para fazer a reestruturação de todos os bônus que têm emitidos no exterior.

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da Saraiva

https://www.valor.com.br/empresas/6000449/justica-aceita-pedido-de-recuperacao-judicial-da-saraiva

O juiz Paulo Furtado de Oliveira Filho aceitou o pedido de recuperação judicial da Saraiva, protocolado na sexta-feira na 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo. A rede soma uma dívida de quase R$ 675 milhões. O administrador judicial será o escritório Lucon Advogados. A Saraiva terá 60 dias para apresentar seu plano de pagamento aos credores. Os três maiores credores da varejista são o Banco do Brasil, o BNDES e a Infosys Tecnologia.

Eletrobras: Não há impedimento à desestatização de distribuidoras

https://www.valor.com.br/empresas/6000629/eletrobras-nao-ha-impedimento-desestatizacao-de-distribuidoras

Em fato relevante, a Eletrobras informou que o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª região informou que a decisão que suspendeu os efeitos da tutela antecipada na ação pública da Associação de Empregados da Eletrobras (Aeel) permanece até o trânsito em julgado em ação. Com isso, não há impedimento, de acordo com avaliação jurídica, ao processo de privatização.

Petrobras é a menos frágil entre estatais e órgãos públicos, diz TCU

https://www.valor.com.br/empresas/5999365/petrobras-e-menos-fragil-entre-estatais-e-orgaos-publicos-diz-tcu

De acordo com levantamento feito pelo Tribunal de Contas da União (TCU), a Petrobras obteve o menor Índice de Fragilidade de Controles de Fraude e Corrupção entre estatais, órgãos públicos, agências reguladoras, autarquias e fundações. Por outro lado, a petroleira destaca que “se encontra na faixa de exposição alta, devido ao seu alto orçamento de mais R$ 460 bilhões”, segundo o item 70 do relatório do TCU.

Reestruturação da Gol pode ter ajustes

https://www.valor.com.br/empresas/5998779/reestruturacao-da-gol-pode-ter-ajustes

A estrutura final da combinação da companhia aérea Gol com a empresa de programas de fidelidade Smiles poderá sofrer alterações. A reorganização está sob escrutínio da B3 desde o começo deste mês. A B3 está avaliando se a incorporação da Smiles pode ser feita como já anunciada, e se a Gol poderá entrar no Novo Mercado com a estrutura planejada. Segundo o Valor, a Gol não descarta novos caminhos jurídicos e ajustes para juntar os negócios.

IMC aprova emissão de R$ 150 milhões em notas promissórias

https://www.valor.com.br/financas/5999111/imc-aprova-emissao-de-r-150-milhoes-em-notas-promissorias#

O conselho de administração da IMC aprovou a emissão de R$ 150 milhões em notas promissórias, com prazo de 180 dias. Os recursos obtidos pela companhia serão direcionados para restituição aos acionistas pela redução do capital social no valor total aproximado de R$ 100 milhões, e usos gerais.

OEC espera fechar acordo com Peru nesta semana

https://www.valor.com.br/empresas/5998763/oec-espera-fechar-acordo-com-peru-nesta-semana

O Valor apurou que a Odebrecht Engenharia e Construção (OEC) deve assinar finalmente nesta semana o acordo de cooperação com autoridades do Peru. O montante que será pago pelos atos de corrupção da OEC no país ainda não foi definido. O acordo com as autoridades peruanas também pode dar celeridade à definição da situação do Gasoduto Sul Peruano, cuja concessão foi retirada pelo governo no começo de 2017.

Dívida da Eletrobras preocupa novo governo

https://www.valor.com.br/empresas/5998767/divida-da-eletrobras-preocupa-novo-governo

A equipe de transição está preocupada com o vencimento, em julho de 2019, dos títulos da dívida emitidos no exterior pela Eletrobras no valor de US$ 1 bilhão. Lançados em 30 de julho de 2009, com resgate em dez anos, os títulos foram denominados em dólares. A venda das quatro distribuidoras e a venda de participações acionárias em sociedades de propósito específico (SPEs) deixaram a companhia mais “saudável” aos olhos do mercado.

Queiroz Galvão fica inadimplente no mercado livre

https://www.valor.com.br/empresas/5998785/queiroz-galvao-fica-inadimplente-no-mercado-livre

Na semana passada, a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) deu início ao processo de desligamento da Queiroz Galvão Energia. A companhia tem até hoje (26) para pagar cerca de R$ 50 milhões referentes ao aporte de garantias da próxima liquidação do mercado de curto prazo de energia.

BRF tenta convencer ex-executivos a colaborar em acordo de leniência

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,brf-tenta-convencer-ex-executivos-a-colaborar-em-acordo-de-leniencia,70002621575

A BRF está dando seguimento ao seu acordo de leniência e está acionando os executivos que foram indiciados nas operações Carne Fraca e Trapaça para que se tornem colaboradores. As investigações da Polícia Federal no âmbito da Operação Trapaça mostram que funcionários e executivos da BRF se envolveram em esquemas de fraudes internas e mudaram documentos laboratoriais para burlar a fiscalização sanitária.

Mitsubishi demite Carlos Ghosn da presidência do conselho

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/mitsubishi-motors-demite-ghosn-da-presidencia-do-conselho.shtml

A Mitsubishi Motors anunciou que seu conselho de administração retirou Carlos Ghosn da posição de presidente do colegiado, após sua prisão e demissão da parceria de coalizão Nissan Motor na semana passada por suspeita de fraudes contábeis. O presidente-executivo da empresa, Osamu Masuko, vai assumir temporariamente o cargo de presidente do conselho de administração, segundo a montadora.

 

Economia

 

Instituições pequenas e estrangeiras têm mais prejuízos

https://www.valor.com.br/financas/5998647/instituicoes-pequenas-e-estrangeiras-tem-mais-prejuizos

Informações da base de dados do Banco Central (IFData) mostram que, dos 37 semestres disponíveis na série história, desde o início de 2000, 13 bancos registraram prejuízo em dez ou mais períodos. O grupo é formado por instituições de menor porte e estrangeiras.  

Brasil quer tratamento igualitário do Banco do Brics

https://www.valor.com.br/financas/5998641/brasil-quer-tratamento-igualitario-do-banco-do-brics

Em entrevista ao Valor, o secretário de assuntos internacionais do Ministério da Fazenda, Marcello Estevão, disse que seus pares reconhecem que o Banco do Brics está deixando a desejar na oferta de empréstimos de infraestrutura para o país, por isso o governo brasileiro cobrou uma aceleração no processo. Segundo o secretário, eles se comprometeram a tentar avançar na busca de projetos e liberação de recursos.

 

Mercado de capitais

 

Minerva planeja IPO de unidade Athena no 1º semestre de 2019

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NV1E7-OBRBS

A Minerva planeja concluir a oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de sua subsidiária Athena Foods, no Chile, no primeiro semestre de 2019, disse o presidente-executivo da companhia, Fernando Queiroz, durante conferência com analistas e investidores que a Minerva.

Intermédica aprova ofertas primária e secundária de ações

https://www.valor.com.br/empresas/5999061/intermedica-aprova-ofertas-primaria-e-secundaria-de-acoes#

O conselho de administração da NotreDame Intermédica aprovou a realização de ofertas primária e secundária de, inicialmente, 87 milhões de ações ordinárias, segundo fato relevante divulgado na noite de domingo (25). Os recursos obtidos com a oferta primária serão destinados para a capitalização e o investimento nas subsidiárias operacionais da companhia. A oferta será coordenada pelos bancos Morgan Stanley, Credit Suisse, Itaú BBA, J.P. Morgan, Bradesco BBI, UBS e Citigroup.

De olho em ‘super ON’, XP retoma planos de abertura de capital

https://www.valor.com.br/financas/5998655/de-olho-em-super-xp-retoma-planos-de-abertura-de-capital

A XP Investimentos retomou os planos de abrir seu, mas desta vez escolheu a Nasdaq, nos Estados Unidos, em vez da bolsa local. O Valor apurou que o fundo de private equity General Atlantic (GA), acionista da empresa, tem incentivado a oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), e a ideia foi acolhida pelos sócios principais da companhia. Além disso, o assunto está sendo discutido informalmente com bancos de investimento e advogados nas últimas semanas.

Fundo imobiliário da União tem falhas, dizem advogados

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/11/fundo-imobiliario-da-uniao-tem-falhas-dizem-advogados.shtml

A licitação de um fundo de investimento imobiliário lastreado em imóveis da União é vista com bons olhos pelo setor privado, no entanto a minuta do documento prevê que um terceiro administre uma carteira de 104 imóveis avaliados em R$ 383,161 milhões. Segundo advogados ouvidos pela coluna Mercado Aberto, há falhas na estruturação do fundo.

BRF perde R$ 16 bilhões na Bolsa em um ano

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,brf-perde-r-16-bilhoes-na-bolsa-em-um-ano,70002621597

O comando da BRF está correndo contra o tempo para concluir a venda de ativos até o fim do ano, como acordado com investidores, e tentar driblar uma nova crise com acionistas, que aguardavam um plano para recuperação financeira mais rápido da companhia. No entanto, os investidores estão preocupados, porque a companhia não para de acumular prejuízos e está perdendo espaço no mercado interno.

 

Legislação

 

Voto de relator em julgamento bilionário é favorável à Petrobras

https://www.valor.com.br/legislacao/6000199/voto-de-relator-em-julgamento-bilionario-e-favoravel-petrobras

Três autuações fiscais sobre aluguel de plataformas petrolíferas começaram a ser analisadas na 1ª Turma da 4ª Câmara da 3ª Seção do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). Somente o relator, conselheiro Lazaro Antonio Souza Soares, representante da Fazenda, votou e entendeu que todas as cobranças devem ser anuladas. Com pedido de vista, os conselheiros deverão retomar o julgamento em janeiro. Ao total, são cinco processos que somam R$ 18,71 bilhões. Os três analisados contabilizam R$ 11,52 bilhões.

 

25/11

Negócios

 

Cade terá manual para condutas como praticar preço predatório

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/11/agencias-reguladoras-crescem-8-em-numero-de-servidores-em-5-anos.shtml

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) está elaborando um manual interno sobre como o órgão deverá analisar casos de condutas unilaterais. O conjunto de regras deve ser concluído em 2019, segundo a autarquia.

Capital externo puxa fusões e aquisições

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,capital-externo-puxa-fusoes-e-aquisicoes,70002620230

Um estudo realizado pela consultoria Thomson Reuters Deals Intelligence comprova que o valor das fusões e aquisições continua muito elevado neste ano, embora o número de operações tenha permanecido estável. Foram fechadas 88 operações com esse perfil em setembro, no valor de R$ 22,6 bilhões, o que representa um aumento de 184,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Acordo com Livraria Saraiva pode complicar situação da Cultura

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,acordo-com-livraria-saraiva-pode-complicar-situacao-da-cultura,70002620174

Enquanto Livraria Saraiva se comprometeu a pagar novas encomendas de livros à vista, Cultura ainda tenta fechar um acordo, devido à situação de caixa da rede da família Herz.

Irã anuncia a substituição da francesa Total pela chinesa CNPC em projeto de gás

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NU0IU-OBRBS

A estatal chinesa CNPC trocou a francesa Total no projeto bilionário iraniano de gás em South Pars, disse o ministro iraniano do Petróleo, Bijan Zanganeh. As informações são da agência de notícias Icana. Em agosto, a Total alegou que que havia dito às autoridades iranianas que se retiraria do projeto de gás South Pars após o Irã falhar ao tentar obter uma isenção das sanções dos Estados Unidos.

 

24/11

Negócios

 

Egito vê apetite de empresas dos EUA por leilões de áreas de petróleo

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NT0RA-OBRBS  

O Egito avista interesse cada vez maior das empresas de energia americanas no desenvolvimento de seus recursos de petróleo e gás natural no mar. O ministro do Petróleo, Tarek El Molla, disse que o país espera que as companhias participem de duas rodadas de licitação antes do final do ano.

 

Economia

 

Recuso-me a aceitar que governo Bolsonaro não vai falar com indústria, diz presidente do Iedi

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/recuso-me-a-aceitar-que-governo-bolsonaro-nao-vai-falar-com-industria-diz-presidente-do-iedi.shtml

Em entrevista à Folha de S.Paulo, o engenheiro Pedro Wongtschowski, que comanda o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi), grupo que reúne os líderes de grandes empresas brasileiras, como Vale, Embraer e Votorantim, disse que, se o novo governo eleito realmente pensa no desenvolvimento, emprego e educação, vai abrir um canal com a indústria.

 

Mercado de capitais

 

Saraiva cai 14% e atinge mínima histórica após pedido de recuperação judicial

https://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,saraiva-cai-14-e-atinge-minima-historica-apos-pedido-de-recuperacao-judicial,70002619483

Com o pedido de recuperação judicial da Saraiva, a ação preferencial da companhia desabou na Bolsa Paulista. O papel fechou na sexta-feira (23) em baixa de 13,88%, cotado a R$ 1,80. A companhia informou que tem um endividamento de R$ 674 milhões.

 

23/11

Negócios

 

Com dívida de R$ 674 milhões, Saraiva pede recuperação judicial

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,com-divida-de-r-674-milhoes-saraiva-pede-recuperacao-judicial,70002618311

Com uma dívida de R$ 674 milhões, a maior rede de livrarias do país é a segunda empresa do setor em pouco mais de um mês a entrar com um pedido de recuperação judicial para reestruturar seus débitos e tentar continuar operando. A Livraria Cultura fez o pedido de recuperação em outubro.

Eletrobras diz que leilão de distribuidora no Amazonas é adiado para 10/12

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NS10V-OBRBS 

Em fato relevante divulgado na noite desta quinta-feira (22), a Eletrobras informou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) alterou a data de leilão da distribuidora Amazonas Energia para 10 de dezembro. O pregão estava agendado para o dia 27 deste mês.

Anima mira interior para recompor margens

https://www.dci.com.br/servicos/anima-mira-interior-para-recompor-margens-1.760208

O grupo educacional Anima prevê uma expansão rumo ao interior, tanto organicamente quanto através de aquisições, para recompor suas margens de lucro. No curto prazo, o grupo está comprometido em melhorar seus indicadores operacionais.

Indicados por Guedes para BB e Caixa terão missão de vender ativos

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,indicados-por-guedes-para-bb-e-caixa-terao-missao-de-vender-ativos,70002617973

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, recomendou ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, a nomeação de Rubem de Freitas Novaes para o Banco do Brasil e de Pedro Duarte Guimarães para a Caixa Econômica Federal. A dupla terá a missão de vender ativos e reduzir despesas dos bancos.

Presidente interino da Renault promete manter aliança com Nissan e Mitsubishi

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,ceo-interino-da-renault-promete-manter-alianca-com-nissan-e-mitsubishi,70002618453

Após o executivo-chefe e presidente da Renault-Nissan-Mitsubishi, Carlos Ghosn, ser preso no Japão na segunda-feira (19), o executivo-chefe interino da empresa francesa, Thierry Bollore, afirmou em uma mensagem de vídeo publicada na conta do Twitter da companhia que vai assegurar que a fabricante de carros Renault siga nos trilhos e que sua aliança com a Nissan permaneça. A Renault tem cerca de 43% da Nissan, enquanto a Nissan tem uma fatia de 15% da Renault e participação de 34% na Mitsubishi.

Pedro Parente reafirma intenção de anunciar venda de ativos em 2018

https://www.valor.com.br/agro/5996229/pedro-parente-reafirma-intencao-de-anunciar-venda-de-ativos-em-2018

Pedro Parente, presidente do conselho de administração e CEO global da BRF, reiterou a intenção de anunciar a venda dos ativos na Argentina, Europa e Tailândia ainda neste ano. A expectativa da BRF é arrecadar R$ 3 bilhões com a venda desses ativos. Os recursos deverão entrar no caixa no início de 2019.

Concessionária paulista de rodovias Entrevias obtém decisão favorável para reequilíbrio de contrato

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NS16N-OBRBS

A Justiça de São Paulo determinou o imediato reequilíbrio de contrato da concessionária de rodovias Entrevias, após o fundo do Pátria Investimentos vencer o leilão de concessão com um lance de R$ 1,3 bilhão. A decisão da 1ª Vara de Fazenda Pública de São Paulo determinou que o governo estadual e a agência reguladora Artesp terão 20 dias para implementar o reequilíbrio do contrato. Cabe recurso.

 

Economia

 

Empresário Salim Mattar vai comandar Secretaria de Privatizações

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,liberal-empresario-mineiro-vai-comandar-privatizacoes,70002618602

O empresário Salim Mattar, sócio-fundador e presidente do conselho de administração da locadora de carros Localiza, vai assumir a futura Secretaria de Privatizações no governo de Jair Bolsonaro. A secretaria, que será vinculada ao futuro Ministério da Economia, será encarregada pelas vendas de ativos do governo.

'Mercado tem visão bastante simplista sobre Bolsonaro'

https://www.valor.com.br/financas/5995435/mercado-tem-visao-bastante-simplista-sobre-bolsonaro

O chefe de dívida de mercados emergentes da gestora britânica Schroders, James Barrineau, afirmou que o mercado tem uma "visão bastante simplista" sobre o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Segundo ele, o mercado acredita que “algo bom vai ocorrer”.

Otimismo faz Brasil sofrer menos que emergentes, diz BTG

https://www.valor.com.br/financas/5995415/otimismo-faz-brasil-sofrer-menos-que-emergentes-diz-btg

Segundo a avaliação do banco BTG Pactual, o otimismo dos investidores, especialmente os locais, com a retomada da economia brasileira tem feito com que o mercado sofra menos na reprecificação de ativos comparado a outras nações emergentes. O presidente do BTG, Roberto Sallouti, citou como exemplo positivo para o desempenho do mercado a nomeação de Roberto Campos Neto para a presidência do Banco Central.

Salim Mattar é cotado para comandar privatizações

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,salim-mattar-e-cotado-para-comandar-privatizacoes,70002617952

Paulo Guedes está avaliando o nome do empresário Salim Mattar, sócio e presidente do conselho da Localiza, para assumir a “secretaria de privatizações”, que também está sendo chamada internamente de “secretaria especial de desestatização e desinvestimentos”, de acordo com uma fonte da equipe de transição consultada pelo Estadão. O economista Marcos Cintra, presidente do Finep, está sendo cotado para comandar outra área central do novo “superministério”. Caso Mattar seja confirmado, ele seria responsável por tocar a área considerada estratégica por Guedes.

Governo atual pede que transição não mexa nas regras de óleo e gás

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,governo-atual-pede-que-transicao-nao-mexa-nas-regras-de-oleo-e-gas,70002617948

O atual governo está tentando convencer a equipe de transição de que o momento não é oportuno para mudar as regras do setor de óleo e gás. O presidente eleito, Jair Bolsonaro, quer adotar um modelo de contrato para as áreas de pós e pré-sal, o de concessão, e acabar com o regime de partilha, utilizado apenas no pré-sal.

Paulo Guedes indica a permanência de Ferreira na Eletrobras

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,paulo-guedes-indica-a-permanencia-de-ferreira-na-eletrobras,70002618042

Paulo Guedes indicou ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, a permanência de Wilson Ferreira Júnior para continuar no comando da Eletrobras, de acordo com o Estadão. Guedes disse a interlocutores que aprova o trabalho do executivo na presidência da estatal. Bolsonaro ainda não decidiu o que fará. Outra possibilidade apontada por Guedes é Ferreira Júnior ser cotado para o Ministério de Minas e Energia (MME), mas essa não seria a primeira opção para o executivo. Ferreira já negou que tenha sido convidado para o MME e disse que, a pedido da equipe de transição, apresentou o projeto de capitalização da estatal.

Paulo Guedes não vai comandar concessões

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,paulo-guedes-nao-vai-comandar-concessoes,70002617931

O governo de Jair Bolsonaro deverá contar com duas áreas distintas para se relacionar com o setor privado. Segundo informações do Estadão, parte das iniciativas de privatização será comandada por uma secretaria ligada a Paulo Guedes e ao Ministério da Economia. Guedes tomará conta da Secretaria de Desinvestimento e Desmobilização.

 

Mercado de capitais

 

Em reunião na CVM, Amec pede punição para caso Qualicorp

https://economia.estadao.com.br/noticias/governanca,em-reuniao-na-cvm-amec-pede-punicao-para-caso-qualicorp,70002618893

Mauro Cunha, presidente da Associação dos investidores do Mercado de Capitais (Amec), pediu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a punição da Qualicorp e de seus administradores referente ao acordo de não competição firmado em outubro com seu sócio-fundador, José Seripieri Filho. A punição, para a Amec, é importante para coibir eventos semelhantes.

Tivit e banco BMG devem postergar IPOs para 2019

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/tivit-e-banco-bmg-devem-postergar-ipos-para-2019/

As ofertas iniciais de ações (IPOs, na sigla em inglês) da empresa de tecnologia Tivit e do banco mineiro BMG que seriam lançadas em dezembros podem ser postergadas para o ano que vem. As operações estão sujeitas à seletividade dos investidores, que pressionam as empresas sobre os valores que vêm sendo propostos pelas companhias. A Tivit buscará um investidor âncora para colocar a oferta na rua em janeiro do ano que vem.

CVM estuda uso de 'blockchain' para cadastro no mercado

https://www.valor.com.br/financas/5995431/cvm-estuda-uso-de-blockchain-para-cadastro-no-mercado

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) está analisando a possibilidade de introduzir no mercado de capitais brasileiro o uso de blockchain para realizar um cadastro único de investidores. Um levantamento sobre o assunto será feito em parceria com o Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS Rio). As duas entidades assinaram nesta quinta-feira (22) um acordo de cooperação acadêmica e técnica, e as conclusões deverão ser divulgadas em um ano.

Legislação

 

Lei sobre reparação a investidor merece atualização

https://www.valor.com.br/financas/5995433/lei-sobre-reparacao-investidor-merece-atualizacao

Os mecanismos de reparação a investidores por danos causados por companhias ou administradores se tornaram objeto de estudo de um grupo de trabalho de proteção de minoritários do Ministério da Fazenda. Segundo o diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a autarquia está discutindo o marco legal como um todo sobre meios de acesso à Justiça. Segundo ele, não há um projeto concreto e sim uma proposta de estudo.

Carf mantém grande parte de autuação bilionária contra Ambev

https://www.valor.com.br/legislacao/5995449/carf-mantem-grande-parte-de-autuacao-bilionaria-contra-ambev

O Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) manteve a maior parte de uma autuação fiscal de R$ 1,6 bilhão recebida pela Ambev pela aquisição do controle da cervejaria argentina Quilmes, em 2006. A decisão, da 1ª Turma da 2ª Câmara da 1ª Seção, foi por voto de qualidade. A empresa e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) poderão apresentar embargos de declaração para apontar omissões ou pedir esclarecimentos sobre a decisão na própria turma. Ainda podem recorrer à Câmara Superior também.

Conselheiros analisam venda do laboratório Mantecorp

https://www.valor.com.br/legislacao/5995445/conselheiros-analisam-venda-do-laboratorio-mantecorp

Após analisar a operação que envolveu a venda da Mantecorp para a Hypermarcas, o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) decidiu manter uma parte da autuação fiscal recebida pela família que detinha o controle do laboratório. A fiscalização entendeu que a venda deveria ter sido feita por meio de uma holding familiar. A família e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) poderão recorrer à Câmara Superior. O negócio, no valor de R$ 2,5 bilhões, foi realizado em 2010 e estruturado por meio de Fundo de Investimento em Participações (FIP).

 

22/11

Negócios

 

Marfrig obtém aval da Coreia do Sul para venda da Keystone à Tyson

https://www.valor.com.br/agro/5993977/marfrig-obtem-aval-da-coreia-do-sul-para-venda-da-keystone-tyson

A Marfrig obteve o aval do órgão regulador da Coreia do Sul para vender sua subsidiária Keystone à americana Tyson Foods. A operação precisava desta última aprovação para ser concluída. A empresa brasileira espera que a transação seja concluída ainda em 2018.

IMC pede esclarecimentos para Abanzai e Sapore sobre OPA

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NR2BP-OBRBS

A International Meal Company (IMC) solicitou que a Abanzai Representações e sua controlada Sapore esclareçam os termos do edital que trata da oferta pública de aquisição de ações (OPA, na sigla em inglês) da operadora de restaurantes.  

Frigorífico Minerva faz pedido de IPO de subsidiária no Chile

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/frigorifico-minerva-registra-pedido-de-ipo-de-subsidiaria-no-chile.shtml  

A empresa brasileira Minerva Foods registrou o pedido de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de sua subsidiária Athena Foods na Bolsa do Chile. Os ativos reunidos da Athena fora do Brasil incluem fábricas na Argentina, no Paraguai, no Uruguai e na Colômbia.

BNDES ainda tem mais R$ 4 bi em participações acionárias para vender em 2018

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NR227-OBRBS 

Para cumprir a projeção de R$ 12 bilhões que devem ser arrecadados em 2018, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) terá de vender mais R$ 4 bilhões em participações acionárias em companhias até o final do ano. A projeção foi divulgada nesta quinta-feira (22) pelo presidente do banco de fomento, Dyogo Oliveira. O dinheiro obtido a partir da venda das participações será realocado em empresas menores, mas com potencial de crescimento, disse Oliveira.

Novos governadores contestam exigência à Vale em concessões

https://www.valor.com.br/brasil/5993619/novos-governadores-contestam-exigencia-vale-em-concessoes  

Os governadores recém-eleitos dos estados do Pará e do Espírito Santo estão insatisfeitos com as contrapartidas exigidas pela Vale no processo de renovação antecipada das concessões de duas ferrovias que a mineradora controla, a Estrada de Ferro Carajás (EFC) e a Estrada de Ferro Vitória-Minas (EFVM). Com isso, eles pretendem apresentar para o governo de Jair Bolsonaro, a partir de janeiro, uma série de dúvidas em torno dos cálculos que justificam a prorrogação e um pedido de mais compensações para seus estados. Os contratos originais das ferrovias vencem entre 2026 e 2027. 

Venda da Rodoban tem aval do Cade

https://www.valor.com.br/empresas/5993511/venda-da-rodoban-tem-aval-do-cade

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, nesta quarta-feira (21) a fusão das transportadoras de valores Brink's e Rodoban. Foram dois votos pela aprovação, condicionando a venda dos ativos da Brink's em Minas Gerais, mas a maioria dos membros do conselho do órgão entendeu que a operação não prejudicaria a concorrência.

Intermédica confirma análise para oferta subsequente de ações

https://www.valor.com.br/empresas/5993813/intermedica-confirma-analise-para-oferta-subsequente-de-acoes 

Por meio de fato relevante, a NotreDame Intermédica confirmou que estuda a possibilidade de realizar uma oferta pública de distribuição de ações. Segundo o comunicado, a companhia já acionou alguns assessores.

Cessão onerosa pode render R$ 40 bi a mais

https://www.valor.com.br/brasil/5993615/cessao-onerosa-pode-render-r-40-bi-mais

O mega leilão dos excedentes da cessão onerosa no pré-sal renderá cerca de R$ 60 bilhões. Desse total, R$ 48 bilhões irão para a União e R$ 12 bilhões para os estados e municípios, o que equivale a 20% do valor, se o regime de partilha for realizado. Caso o pregão seja alterado para o modo de concessão, a arrecadação terá um aumento significativo e poderá atingir cerca de R$ 100 bilhões. 

Temer deixará pacote de concessões para Bolsonaro leiloar em março

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,temer-deixara-pacote-de-concessoes-para-bolsonaro-leiloar-em-marco,70002616499

O presidente eleito Jair Bolsonaro herdará da gestão de Michel Temer um pacote de projetos de concessão prontos para serem leiloados no primeiro trimestre do ano que vem. O governo vai divulgar no dia 29 deste mês os editais de licitação de 12 aeroportos, quatro portos e uma ferrovia, com arrecadação estimada de R$ 1,5 bilhão para a União. Com a publicação do edital, a oferta poderá ser realizada no prazo de cem dias.

 

Economia

 

Privatização e enxugamento são prioridade, diz futuro presidente do BB

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/privatizacao-e-enxugamento-sao-prioridade-diz-futuro-presidente-do-bb.shtml 

O economista Rubem Novaes, escolhido para comandar o Banco do Brasil, disse que a prioridade em sua gestão são o enxugamento, a eficiência e a privatização “do que for possível privatizar internamente ao banco". Segundo Novaes, a privatização das divisões do banco pode ser feita em etapas.

Brasil será emergente de risco, prevê JP Morgan

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,brasil-sera-emergente-de-risco-preve-jpmorgan,70002616490

Segundo o relatório do banco de investimentos, “ventos contrários do exterior” podem tornar as reformas prometidas por Bolsonaro ainda mais urgentes. O documento ressalta que o Brasil será classificado como um dos países mais arriscados no próximo ano nas previsões macro do banco, ultrapassando a Argentina e a Turquia, os dois mercados mais afetados este ano pela mudança de humor dos investidores estrangeiros. No entanto, o banco considera que Bolsonaro tem dado sinalizações positivas, e os investidores estrangeiros reagiram bem aos resultados das urnas.

Especialistas franceses apontam 'golpe' da Nissan contra Carlos Ghosn

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/especialistas-franceses-apontam-golpe-da-nissan-contra-carlos-ghosn.shtml

A detenção de Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault, Nissan e Mitsubishi, foi prolongada nesta quarta-feira (21) por dez dias em Tóquio. A promotoria japonesa acusa Ghosn por cometer fraude fiscal. Por outro lado, analistas e renomados executivos franceses encaram o escândalo como uma manobra da Nissan motivada por interesses estratégicos dos japoneses. Para alguns especialistas franceses, existe uma trama armada para tirar o executivo da presidência do grupo. 

Guimarães, do Brasil Plural, está entre caixa e secretaria de privatização

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/guimaraes-do-brasil-plural-esta-entre-caixa-e-secretaria-de-privatizacao/

Pedro Guimarães, sócio do Brasil Plural, ainda não se decidiu se fica com a presidência da Caixa Econômica Federal ou com a secretaria de privatizações, que será criada pelo governo de Jair Bolsonaro. Procurado pela coluna do Broadcast, do Estadão, Guimarães não comentou.

Monteiro pede tempo à equipe de Bolsonaro para decidir sobre convite ao BB

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/monteiro-pede-tempo-a-equipe-de-bolsonaro-para-decidir-sobre-convite-ao-bb/

Ivan Monteiro, atual presidente da Petrobras, pediu um tempo para a equipe de Jair Bolsonaro (PSL) para avaliar o convite para comandar o Banco do Brasil. Segundo pessoas próximas ouvidas pelo Estadão, o executivo quer um período de descanso após o exaustivo trabalho na petroleira.

BC autônomo pode ter chefe demitido

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,bc-autonomo-pode-ter-chefe-demitido,70002616445

O projeto de autonomia do Banco Central, que será enviado ao plenário da Câmara dos Deputados para ser votado, deixa em aberto a possibilidade para que o presidente da República demita o presidente e os oito diretores da autoridade bancária, mesmo durante o período de cumprimento do mandato. A ação é possível no caso de “desempenho insuficiente” da equipe em suas funções. Ainda durante o mandato, o presidente do BC e os oito diretores poderão ser exonerados apenas em situações específicas. 

Entrevista: Bolsonaro deve abrir mercado brasileiro aos EUA, diz ex-embaixador

https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2018/11/bolsonaro-deve-abrir-mercado-brasileiro-aos-eua-diz-ex-embaixador.shtml

Thomas Shannon, principal diplomata de Washington no Brasil de 2010 a 2013, acredita que o governo Bolsonaro e sua equipe devem iniciar uma abertura do mercado brasileiro para os produtos americanos. Na sua opinião, a relação do país com os americanos é mais vantajosa do que com os chineses.

 

Mercado de capitais

 

Comunicação com o mercado distancia múltiplos de empresas de saúde

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/comunicacao-com-o-mercado-distancia-multiplos-de-empresas-de-saude/

O múltiplo que compara preço e lucro por ação da NotreDame Intermédica superou o de sua rival Hapvida. A valorização chamou a atenção dos gestores e demonstra, segundo eles, a maior experiência da Intermédica em comunicações com o mercado. De acordo com os bancos, a Intermédica está em um patamar de 30 vezes o lucro de 2018 ante 25 da concorrente.

 

21/11 

Negócios

 

Governo vai publicar edital de concessão de aeroportos, ferrovia e portos no dia 29

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,governo-vai-publicar-edital-de-concessao-de-12-aeroportos-nos-proximos-dias-diz-ministro,70002615963 

O ministro dos Transportes, Valter Casimiro, anunciou que o governo vai publicar os editais de concessão da Ferrovia Norte-Sul, de 12 aeroportos e de quatro terminais de portos no dia 29 de novembro. Todas as propostas foram analisadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). 

Controladora da OLX no Brasil, unidade da Schibsted foca em aquisições

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NQ1HV-OBRBS 

A divisão programada do grupo norueguês de mídia Schibsted, um dos controladores do site de classificados OLX no país, anunciada em setembro e apoiada por investidores de calibre, fará com que suas atividades de propaganda sejam ampliadas através de operações de M&A em três continentes. A informação foi dada pelo presidente da empresa à Reuters. 

Nestlé espera um 2019 favorável para negócios no Brasil, diz CEO

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NQ2DP-OBRBS

A Nestlé prevê um fortalecimento em suas vendas no Brasil para o próximo ano, disse o presidente da companhia no país, Marcelo Melchior. Com relação à aquisições pela Nestlé no Brasil, o executivo disse que podem acontecer. 

Se houver entendimento, cessão onerosa pode ser votada até próxima quarta, diz Eunício

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NQ1Z1-OBRBS

Após reunião com governadores do nordeste, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse a jornalistas que, se houver consenso, colocará em votação até a próxima quarta-feira (28) o projeto de lei que trata da cessão onerosa no pré-sal. O projeto de lei deve viabilizar o leilão do petróleo excedente na área da cessão onerosa, cujo contrato original foi assinado com a Petrobras. Com a eventual venda do excedente para petroleiras em um leilão, a expectativa é de que a União arrecade até R$ 130 bilhões, conforme o senador.

Viracopos negocia confidencialidade com Zurich e IG4

https://www.valor.com.br/empresas/5991433/viracopos-negocia-confidencialidade-com-zurich-e-ig4

A Aeroportos Brasil Viracopos (ABV), concessionária do aeroporto de Campinas (SP) que pediu recuperação judicial em maio para reestruturar R$ 2,88 bilhões em dívidas, está em negociações para firmar os termos de um acordo de confidencialidade com a operadora Zurich e a gestora IG4 Capital. O objetivo é permitir o acesso às informações do empreendimento. O Valor apurou que há cinco acordos de confidencialidade com interessados em estudar o ativo. O presidente da ABV, Gustavo Müssnich, não confirmou o número.

Enel planeja investir € 4 bilhões no Brasil entre 2019 e 2021

https://www.valor.com.br/empresas/5991435/enel-planeja-investir-%3F-4-bilhoes-no-brasil-entre-2019-e-2021

A Enel pretende investir 4 bilhões de euros (cerca de R$ 17,2 bilhões) no Brasil nos próximos três anos, de acordo com o plano estratégico da companhia para o período 2019-2021. Para os próximos três anos no Brasil, estão previstos 2,2 bilhões de euros (R$ 9,4 bilhões) para o segmento de distribuição de energia, 1,6 bilhão de euros (R$ 6,9 bilhões) para geração de fontes renováveis de energia e aproximadamente 200 milhões de euros direcionados para serviços e soluções de energia. O presidente mundial da Enel, Francesco Starace, afirmou que o apetite da empresa por novas aquisições é limitado neste momento. 

Enel vai investir R$ 3,2 bilhões na Eletropaulo

https://www.valor.com.br/empresas/5991413/enel-vai-investir-r-32-bilhoes-na-eletropaulo

A italiana Enel estima investir 750 milhões de euros (cerca de R$ 3,2 bilhões) entre 2019 e 2021 na Eletropaulo, distribuidora paulista que adquiriu neste. Segundo o diretor financeiro global da elétrica italiana, Alberto De Paoli, a estratégia do grupo é investir na melhoria da qualidade do serviço da Eletropaulo, o que pode fazer com que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) corrija a tarifa da distribuidora.

BR Insurance vira Alper e conclui reestruturação

https://www.valor.com.br/financas/5991247/br-insurance-vira-alper-e-conclui-reestruturacao

A empresa de corretagem de seguros BR Insurance, que deu início a um processo de reestruturação há cerca de dois anos, passará a se chamar Alper, em referência  à "alta performance". Marcos Aurélio Couto, presidente da empresa desde dezembro de 2017, disse ao Valor que a Alper quer voltar a fazer aquisições, porém ressaltou que o foco da empresa é crescer organicamente e acelerar com aquisição, não o contrário.

União vai licitar fundo imobiliário 

https://www.valor.com.br/financas/5991233/uniao-vai-licitar-fundo-imobiliario

O governo vai abrir uma licitação que fará com que instituições financeiras privadas disputem com as públicas a administração do primeiro fundo de investimento imobiliário da União. A previsão é de que o fundo, que terá como lastro 104 imóveis no valor de R$ 383,161 milhões, inicie suas operações no decorrer de 2019. Segundo o Valor apurou, o vencedor da licitação será aquele que oferecer o melhor retorno por desempenho da carteira.

França e Japão querem consolidar aliança entre Renault e Nissan, diz ministro francês

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NQ13Q-OBRBS

A França e o Japão estão interessados em estabelecer a aliança entre as montadoras de veículos Renault e Nissan, segundo o ministro de Finanças francês, Bruno Le Maire. O político, que ainda não teve acesso a evidências que confirmem as alegações da Nissan contra Carlos Ghosn, presidente do conselho das duas montadoras, disse que gostaria de enfatizar o pedido do conselho da Renault de que a Nissan compartilhe todas as evidências disponíveis com a empresa.

Elo fecha parceria com Diners e mira alta renda

https://www.valor.com.br/financas/5991241/elo-fecha-parceria-com-diners-e-mira-alta-renda

A bandeira brasileira Elo anunciou uma parceria com a Discover, empresa americana de serviços financeiros, para utilizar por dez anos, com exclusividade, a marca Diners no Brasil. Eduardo Chedid, presidente da Elo, disse ao Valor que o Banco do Brasil e o Bradesco devem emitir os cartões com a bandeira até o final do ano. A Caixa Econômica Federal fará o procedimento até o fim de março de 2019.

 

Economia


Ministério da Economia terá seis secretarias

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,ministerio-da-economia-tera-seis-secretarias,70002615067

A estrutura do superministério da Economia, a partir da fusão dos ministérios da Fazenda, Planejamento e Indústria e Comércio Exterior, prevê a criação de seis secretarias, que estão sendo elaboradas conforme os objetivos do futuro governo.

Brasil e Chile assinam acordo comercial para impulsionar investimentos e reforçar integração regional

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NQ29K-OBRBS

Brasil e Chile assinaram um acordo de livre comércio para proporcionar um maior impulso aos investimentos e à troca de produtos entre os dois países. O acordo visa também uma aproximação entre os blocos Mercosul e Aliança do Pacífico.

 

Mercado de capitais

 

2019 deve ter entre 20 e 30 ofertas de ações, diz presidente da B3

https://www.valor.com.br/financas/5992071/2019-deve-ter-entre-20-e-30-ofertas-de-acoes-diz-presidente-da-b3

O presidente da B3, Gilson Finkelsztain, afirmou que o número de IPOs e follow ons (ofertas subsequentes) para o próximo ano deve ficar entre 20 e 30. O executivo afirmou que teve reuniões com investidores estrangeiros e percebeu que eles estão preocupados com a formação e o início do novo governo. Segundo Finkelsztain, os investidores locais estão mais animados e posicionados.

BNDES prepara novo programa de incentivo a debêntures de infraestrutura

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NQ1QP-OBRBS

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deve lançar nos próximos dias mais um programa de incentivo à emissão de debêntures de infraestrutura para compensar as empresas que emitirem os papéis com redução de spread do banco. A declaração foi feita a jornalistas pelo diretor de governo e infraestrutura do banco de fomento, Marcos Ferrari. O objetivo é oferecer para a empresa que tomará o empréstimo para a área de infraestrutura uma redução do spread, se a companhia se comprometer em emitir debêntures como uma fonte complementar de financiamento.

Fatia do mercado em projetos deve crescer com novo BNDES

https://www.valor.com.br/financas/5991251/fatia-do-mercado-em-projetos-deve-crescer-com-novo-bndes

Sob o comando de Joaquim Levy, é esperado que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) abra espaço para aumentar a participação do mercado de capitais no financiamento de projetos. Especialistas ouvidos pelo Valor acreditam que o percentual de emissões de títulos de dívida tende a crescer, especialmente em segmentos em que os investidores já mostraram interesse, como os de rodovias e linhas de transmissão. Segundo eles, o BNDES sob a gestão de Levy deve focar sua atuação em setores estratégicos.

Ofertas de ações devem ganhar espaço a partir de abril

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/12768-2/

A partir de abril do ano que vem, as aberturas de capital na Bolsa brasileira devem começar a engrenar. No entanto, o cenário de incertezas ainda preocupa os investidores estrangeiros, o que pode postergar um pouco as emissões.

Maior parcela de setor privado depende de institucional

https://www.valor.com.br/financas/5991255/maior-parcela-de-setor-privado-depende-de-institucional

O Ministério da Fazenda estuda uma mudança na Lei 12.431/2011, que regula as debêntures de infraestrutura, para criar uma modalidade na qual o benefício fiscal ofertado por esses papéis permaneça com o emissor. A medida pode ampliar o financiamento de projetos de infraestrutura por meio do mercado de capitais e poderá atrair o interesse de investidores institucionais.

Banco amplia medidas para desenvolver segmento

https://www.valor.com.br/financas/5991253/banco-amplia-medidas-para-desenvolver-segmento

Com o objetivo de apoiar o desenvolvimento do mercado de capitais, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está adotando algumas medidas. O banco de fomento tem participado, por exemplo, de emissões de debêntures como investidor para ajudar a ancorar algumas operações, além de compartilhar as garantias com os investidores desses papéis.

 

Legislação

 

STF nega recurso da Via Direta contra decisão do TCU sobre Telebras

https://www.valor.com.br/empresas/5993209/stf-nega-recurso-da-direta-contra-decisao-do-tcu-sobre-telebras

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin indeferiu o pedido da Via Direta Telecomunicações por Satélite e da Rede de Rádio e Televisão Tiradentes, de Manaus, sobre uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), que havia considerado legal o contrato da Telebras com a americana Viasat para explorar a capacidade do satélite brasileiro. Em sua decisão, o ministro destacou que o TCU já determinou algumas providências para resguardar o equilíbrio econômico-financeiro do contrato. Como relator da medida cautelar, Fachin manteve a decisão do tribunal. 

 

20/11

 

Negócios

 

Presidente do Senado diz que votação de projeto de cessão onerosa vai esperar consenso entre líderes

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NP2DA-OBRBS

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse que vai segurar a votação do projeto da cessão onerosa “por tempo indeterminado”, até que haja consenso entre os líderes da Casa.

Senado não deve votar cessão onerosa nesta semana, diz líder do governo

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NP2C0-OBRBS

Segundo o gabinete do líder do governo na Casa, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), o Senado não deve votar o projeto da cessão onerosa nesta semana. Na semana passada, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), prometeu incluir o projeto na pauta desta quarta-feira (21) para votação. A votação deverá ocorrer no dia 27 de novembro.

Por erro em texto, Senado aprova novamente MP que institui Rota 2030

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NP2HK-OBRBS

O Senado aprovou novamente a MP 843, que institui o Rota 2030. A proposta já havia sido aprovada pelos senadores em 8 de novembro, mas o texto será avaliado de novo pelo plenário para que ocorra a correção de um “erro formal”, segundo o presidente da Casa, senador Eunício Oliveira (MDB-CE).

Colômbia tenta proibir Odebrecht de fechar contratos públicos por 20 anos

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NP1P0-OBRBS

O governo colombiano continua ressabiado em relação às intenções da Odebrecht, tanto que pediu ao órgão regulador das empresas no país que proíba a construtora brasileira de fechar contratos públicos por 20 anos. De acordo com a Procuradoria-Geral da República, os subornos da Odebrecht na Colômbia chegam a aproximadamente US$ 30 milhões.

Petrobras deve acelerar exploração do pré-sal, diz Castello Branco

https://www.valor.com.br/empresas/5990533/petrobras-deve-acelerar-exploracao-do-pre-sal-diz-castello-branco

O futuro presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou que o foco da estatal “deve ser a aceleração da exploração do pré-sal”. Quanto ao projeto de cessão onerosa, o executivo preferiu não comentar. A estimativa é de que o projeto de cessão onerosa arrecade para os cofres públicos entre R$ 100 bilhões e R$ 130 bilhões.

Nova estratégia da Basf para agronegócio não descarta aquisições

https://www.valor.com.br/agro/5990551/nova-estrategia-da-basf-para-agronegocio-nao-descarta-aquisicoes#

Em comunicado divulgado nesta terça-feira (20), a alemã Basf divulgou sua nova estratégia de negócios. A companhia afirmou que vai se concentrar principalmente no crescimento orgânico, no setor de agronegócio, por meio de investimentos e inovação, mas também fará aquisições onde for necessário.

Japão arremata empresas americanas em ritmo recorde em 2018

https://www.valor.com.br/internacional/5990103/japao-arremata-empresas-americanas-em-ritmo-recorde-em-2018# 

O Japão está adquirindo empresas americanas em níveis recordes neste ano. As operações com empresas dos EUA chegaram a 211 de janeiro a outubro, o que ultrapassa o recorde de 193 registrado há 28 anos. Segundo dados da empresa de pesquisa Recof, os acordos internacionais das empresas japonesas chegaram a 620 e podem superar os 672 do ano passado.

Dona da Eletropaulo prevê investir 27,5 bi de euros até 2021

https://www.valor.com.br/empresas/5990093/dona-da-eletropaulo-preve-investir-275-bi-de-euros-ate-2021#

A italiana Enel pretende investir 27,5 bilhões de euros (cerca de R$ 118 bilhões) entre 2019 e 2021 no cenário global, segundo o plano estratégico para o período divulgado pelo grupo. A projeção é 12% superior ao registrado no plano de 2018 a 2020. A proposta atual apresenta uma redução de investimentos para o setor de construção, venda e operação de projetos, mas ampliação de desembolsos de 4 bilhões de euros em investimentos orgânicos, direcionados a fontes renováveis.

China aprova plano de US$ 71,3 bi da Disney para comprar ativos da Fox

https://www.valor.com.br/empresas/5990083/china-aprova-plano-de-us-713-bi-da-disney-para-comprar-ativos-da-fox 

A The Walt Disney Company recebeu a aprovação incondicional da China para o acordo de compra de ativos de entretenimento da Twenty-First Century Fox. A Disney concordou em comprar ativos de filmes e televisão da Fox por US$ 71,3 bilhões e recebeu a aprovação da Comissão Europeia no início deste mês, sujeita a certas condições.

 

Economia

 

Goldman Sachs vê recuperação "modesta" dos mercados emergentes em 2019

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NP276-OBRBS

Analistas do banco de investimentos Goldman Sachs esperam que as ações, moedas e bônus dos mercados emergentes registrem “retornos positivos modestos” em 2019.

Paulo Guedes confirma a criação da Secretaria de Privatizações

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,paulo-guedes-confirma-a-criacao-da-secretaria-de-privatizacoes,70002614492

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou a criação da Secretaria de Privatizações quando chegou ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) em Brasília, onde a equipe de transição está instalada. Guedes negou que haverá aumento de impostos ao ser questionado por jornalistas sobre a possibilidade.

Investidor estrangeiro está ‘cautelosamente otimista’, diz Itaú BBA

https://www.valor.com.br/financas/5990705/investidor-estrangeiro-esta-%3Fcautelosamente-otimista%3F-diz-itau-bba#

Investidores institucionais internacionais e clientes corporativos reunidos nesta segunda-feira (19) e terça-feira (20) na 11ª conferência promovida pelo Itaú BBA em Londres acreditam que o investidor estrangeiro segue cauteloso sobre o futuro da economia brasileira, porém já identifica sinais positivos para a retomada de crescimento no país. Segundo Rodrigo Magalhães, chefe global de equities do Itaú BBA, enquanto o estrangeiro espera medidas palpáveis, os clientes locais e investidores que estão em fundos direcionados ao Brasil ou emergentes já mudaram seu posicionamento.

Entrevista com Roberto Castello Branco, novo presidente da Petrobras: ‘Competição é antídoto contra corrupção’

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,competicao-e-antidoto-contra-corrupcao,70002613929 

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o economista Roberto Castello Branco, futuro presidente da Petrobras, disse que a estatal tem de se concentrar apenas em atividades que tem competência para realizar. Segundo o executivo, a petroleira desenvolve outras atividades “que não são naturais e que não atraem retorno”. Castello Branco afirmou que vai elaborar seus planos para a Petrobras nos próximos dias e disse que dará continuidade ao processo de desalavancagem da companhia. Questionado sobre vender a companhia, o economista disse que privatizar a Petrobras, neste momento, não está em discussão. “Nem tenho nenhum mandato do presidente Bolsonaro para fazer isso”, comentou.

Equipe econômica de Bolsonaro se prepara para participar de fórum em Davos

https://economia.estadao.com.br/blogs/coluna-do-broad/equipe-economica-de-bolsonaro-se-prepara-para-participar-de-forum-em-davos/

A equipe econômica do governo de Jair Bolsonaro está se preparando para participar do Fórum Econômico Mundial de Davos, agendado para o fim de janeiro nos Alpes Suíços. A presença de Paulo Guedes, o futuro ministro da Economia, é dada como certa no evento. Não se sabe ainda se o economista Roberto Campos Neto, que assumirá a presidência do Banco Central, participará do fórum.

 

Mercado de capitais

 

Banrisul desiste do IPO da unidade de cartões

https://www.valor.com.br/financas/5990395/banrisul-desiste-do-ipo-da-unidade-de-cartoes#

O Banrisul desistiu de realizar a oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da sua unidade de cartões, a Banrisul Cartões, por conta da situação atual do mercado. O banco informou que o mercado será informado se houver um novo processo de abertura de capital. 

Após prisão de Carlos Ghosn, ações da Nissan caem mais de 5% em Tóquio

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/apos-prisao-de-carlos-ghosn-acoes-da-nissan-caem-mais-de-5-em-toquio.shtml

A Bolsa de Tóquio fechou em baixa nesta terça-feira (20), influenciada pela queda de mais de 5% das ações da Nissan, após seu presidente, Carlos Ghosn, ter sido preso por suspeita de ocultação de rendimentos. Executivo da Nissan desde 1999, o brasileiro Ghosn comandava a Aliança-Renault-Nissan Mitsubishi, que almeja o posto de maior fabricante de veículos do mundo. 

Multas por informações privilegiadas batem recorde em 2018

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/11/multas-por-informacoes-privilegiadas-batem-recorde-em-2018.shtml

A soma das multas aplicadas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) por uso de informação privilegiada no mercado de títulos é de R$ 47,7 milhões neste ano. O valor representa o recorde de valores para esse tipo de penalidade. Um dos casos que impulsionou o resultado envolve cinco ex-executivos da PDG Realty.

 

19/11

 

Negócios

 

Oliveira Energia monta consórcio para avaliar distribuidora da Eletrobras no Amazonas

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NO2CS-OBRBS 

Após arrematar em agosto a licitação de privatização da distribuidora Boa Vista Energia, subsidiária da Eletrobras em Roraima, a Oliveira Energia formou com três potenciais sócios um consórcio para avaliar se participa do leilão da Amazonas Energia, agendado para 27 de novembro, no qual a estatal tentará vender a empresa. A informação foi dada à Reuters pelo CEO da Oliveira Energia, Orsine Oliveira. 

BHP fecha acordo para encerrar disputa tributária na Austrália

https://www.valor.com.br/empresas/5988493/bhp-fecha-acordo-para-encerrar-disputa-tributaria-na-australia 

A BHP Billiton, mineradora anglo-australiana, firmou um acordo com as autoridades tributárias da Austrália para dar fim a um processo sobre preços de transferência de seus negócios de marketing em Cingapura. Com isso, a companhia vai despender 530 milhões de dólares australianos (US$ 387,5 milhões) em impostos extras para o período de 2003 a 2018. 

Petrobras diz que indicação de Castello Branco não foi formalizada, passará por Conselho

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NO22M-OBRBS 

A companhia declarou, por meio de comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), não ter recebido uma comunicação oficial do governo de transição sobre a indicação de Roberto Castello Branco para presidir a companhia no governo de Jair Bolsonaro. A petroleira disse que aguardará a oficialização pelo seu acionista controlador para adotar “os trâmites internos pertinentes”, que envolvem a submissão da indicação aos procedimentos de governança da estatal.

Mourão afirma que 'núcleo duro' da Petrobras não será privatizado

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,mourao-afirma-que-nucleo-duro-da-petrobras-nao-sera-privatizado,70002613493

O vice-presidente eleito, Hamilton Mourão, disse que as áreas de prospecção e de inteligência da Petrobras, consideradas por ele como o “núcleo duro” da companhia, não serão privatizadas. O general da reserva afirmou ainda que a distribuição e o refino, por outro lado, poderão ser negociados.

Bolsonaro admite privatizar "alguma coisa" da Petrobras e diz que empresa é "estratégica"

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NO27Q-OBRBS

Em entrevista a jornalistas no Rio de Janeiro, o presidente eleito Jair Bolsonaro disse que “alguma coisa” da Petrobras deve ser privatizada, mas não toda a companhia, afinal é uma empresa estratégica. Bolsonaro afirmou ainda que Ivan Monteiro, atual presidente da Petrobras, pode ser indicado para presidir o Banco do Brasil, mas isso não está confirmado. 

Sem Ghosn, aliança entre Renault, Nissan e Mitsubishi pode desmoronar

https://www.valor.com.br/empresas/5989339/sem-ghosn-alianca-entre-renault-nissan-e-mitsubishi-pode-desmoronar 

A prisão de Carlos Ghosn impactará a aliança entre a francesa Renault e as japonesas Nissan e Mitsubishi. Ghosn, que é presidente do conselho e das três fabricantes de carros, além de diretor-presidente da Renault, foi acusado pela Nissan de ter declarado salários mais baixos do que os registrados em documentos enviados ao órgão regulador do mercado de capitais japonês. Resta saber se o acordo será mantido sem Ghosn, que arquitetou a aliança entre as companhias. 

Fusões e aquisições vão crescer 15% no Brasil em 2019, diz consultoria 

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/mercadoaberto/2018/11/fusoes-e-aquisicoes-vao-crescer-15-no-brasil-em-2019-diz-consultoria.shtml

De acordo com estimativa da consultoria PwC, as operações de fusões e aquisições, que se aceleraram no último trimestre, deverão fechar o ano com uma alta próxima dos 10%, além de crescer 15% em 2019. Até outubro, foram registradas 538 transações, o que equivale a 4% a mais do que no mesmo intervalo do ano passado. Em outubro, foram fechados 68 negócios, número recorde para o período desde 2014.

Sapore faz oferta pública para comprar 40% da IMC 

https://www.valor.com.br/empresas/5988043/sapore-faz-oferta-publica-para-comprar-40-da-imc 

A IMC, dona das redes Viena e Frango Assado, afirmou que recebeu no dia 16 de novembro uma carta da Abanzai. No documento, a controladora da Sapore comunicou sua intenção de efetuar uma oferta pública de aquisição de ações (OPA) da companhia para até 69,375 milhões de ações a R$ 8,63 por papel. Segundo o Valor, a Sapore publica hoje um edital com os termos da OPA de pouco mais de 40% da IMC. Na sequência, o objetivo da companhia é apresentar uma proposta para unir as duas empresas.

Companhias evitam assumir contingências 

https://www.valor.com.br/empresas/5988057/companhias-evitam-assumir-contingencias 

De acordo com duas pesquisas elaboradas pela Escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-EAESP), as companhias abertas brasileiras apresentam o maior montante de contingências devido às disputas judiciais e administrativas no cenário mundial, mas evitam se munir de recursos em seus balanços para assumir o risco. 

Noruega e Suécia procuram alianças no mercado nacional

https://www.dci.com.br/servicos/noruega-e-suecia-procuram-aliancas-no-mercado-nacional-1.759080

Governos de países nórdicos como Suécia e Noruega estão incentivando possibilidades de negócios entre empresas brasileiras e companhias desses países, por meio de órgãos voltados à inovação e networking. Para isso, os dois países estão promovendo encontros em diferentes cidades brasileiras para pessoas físicas e jurídicas que estejam interessadas em firmar parcerias e apresentar projetos. 

Queiroz Galvão renegocia dívida em quatro pacotes

https://www.valor.com.br/empresas/5988063/queiroz-galvao-renegocia-divida-em-quatro-pacotes

Afundado em dívidas da ordem de R$ 10 bilhões, o grupo Queiroz Galvão decidiu dividir em quatro robustos blocos a reestruturação de suas dívidas com os credores. São eles: Queiroz Galvão Energia, Queiroz Galvão Desenvolvimento Imobiliário, Construtora Queiroz Galvão e concessões, e Move São Paulo. Segundo o Valor Econômico, o fundo de investimento Castlelake deve assumir a empresa de energia do grupo.  

Roberto Castello Branco será presidente da Petrobras no governo Bolsonaro, diz nota

https://br.reuters.com/article/businessNews/idBRKCN1NO0X6-OBRBS

Em nota, a assessoria do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou que o economista Roberto Castello Branco aceitou o convite da equipe de Jair Bolsonaro para presidir a Petrobras. O executivo substituirá Ivan Monteiro no comando da petroleira. 

 

Economia

 

Nomeação de Castello Branco à presidência da Petrobras agrada ao mercado

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/nomeacao-de-castello-branco-a-presidencia-da-petrobras-agrada-ao-mercado.shtml

A nomeação do economista Roberto Castello Branco para assumir o comando da Petrobras no governo de Jair Bolsonaro foi bem acolhida pelo mercado. Especialistas consultados pela Folha afirmaram que o executivo é respeitado pelo mercado por ser competente, exigente, ético e sério. A expectativa é de que Castello Branco dê seguimento ao plano de desinvestimentos da petroleira e à política de preços dos combustíveis pareada ao cenário internacional.

Lucro de empresas sobe pelo quinto trimestre e reforça sinais de retomada

https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,lucro-de-empresas-sobe-pelo-quinto-trimestre-e-reforca-sinais-de-retomada,70002612815

Pelo quinto trimestre seguido, o lucro das empresas com ações negociadas na Bolsa cresceu, em parte puxado pelas estatais. Entre os meses de julho e setembro, o lucro líquido de 304 companhias totalizou R$ 53,58 bilhões, uma alta de 25,7% em relação ao mesmo período de 2017, segundo um levantamento da Economática, empresa especializada em informações financeiras. 

Após eleições, otimismo de empresas brasileiras atinge maior nível em mais de quatro anos

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/11/apos-eleicoes-otimismo-de-empresas-brasileiras-atinge-maior-nivel-em-mais-de-quatro-anos.shtml 

A vitória de Jair Bolsonaro (PSL) trouxe otimismo para as empresas brasileiras e confiança de que o novo governo vai gerar estabilidade em várias esferas. Segundo a empresa de informações IHS Markit, em outubro, o indicador que mede a expectativa com os negócios chegou ao maior nível desde junho de 2014.

 

18/11

 

Negócios

 

Volatilidade em Wall Street prejudica o mercado de fusões e aquisições 

https://www.valor.com.br/financas/5987767/ft-volatilidade-em-wall-street-prejudica-o-mercado-de-fusoes-e-aquis 

Executivos que atuam em Wall Street consultados pelo Financial Times afirmam que as operações de M&A estão aquecidas, porém há dificuldades em concluí-las devido à volatilidade dos mercados de ações dos EUA. Essa turbulência tem impedido, segundo o jornal, executivos-chefes e diretores de se lançarem em "transações verdadeiramente transformadoras".

 

17/11

 

Mercado de capitais

 

Reformas podem trazer de volta investidores externos à Bolsa

https://economia.estadao.com.br/noticias/mercados,reformas-podem-trazer-de-volta-investidores-externos-a-bolsa,70002611042

Analistas consultados pelo jornal O Estado de S. Paulo acreditam que, no médio prazo, os investimentos externos podem voltar ao país, se a agenda de reformas proposta pelo novo governo se concretizar. Em outubro, os resgates líquidos feitos por estrangeiros na Bolsa brasileira foram de R$ 6,2 bilhões. Neste mês, o número já caiu para R$ 1,2 bilhão. 

 

 

Acesso restrito. Faça seu login ou cadastre-se agora.

Este conteúdo é exclusivo para assinantes Lexis 360

Cadastre-se gratuitamente

para ter acesso por 7 dias

ou

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao Lexis 360

Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.